18:53 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Um complexo de defesa antiaérea do Exército Popular da Coreia é visto durante o desfile dos 105 anos de nascimento de Kim Jong-il 9 (foto de aqruvio)

    Opinião: defesa antiaérea norte-coreana é muito mais avançada do que se imagina

    © Sputnik/ Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    21307

    Se a administração de Trump decidir intervir no território da Coreia do Norte, a Casa Branca pode ver que Pyongyang é um inimigo muito mais formidável do que muitos podiam pensar, indica analista do The National Interest.

    Além dos mísseis nucleares que possui o regime norte-coreano, Kim Jong-un dispõe de uma defesa aérea muito mais avançada do que muitos imaginaram. Além disso, Pyongyang também toma medidas para reforçar a sua resistência contra qualquer ataque aéreo que os EUA podem lançar, afirmou analista do The National Interest Dave Majumdar em seu artigo.

    "Entre o período de 1950 e 1953, a Força Aérea dos EUA e a Marinha esmagaram a Coreia do Norte, por isso, os norte-coreanos tiveram 65 anos para garantir que isso não voltasse a acontecer e construir muitos abrigos antibombas e túneis", afirmou o militar aposentado Mike McDevitt para o The National Interest. 

    Mas além das fortificações e instalações militares, Pyongyang possui um sistema da defesa antiaérea muito mais avançado do que se pode imaginar, afirma a publicação. 

    Não está claro quantas baterias construiu Pyongyang, afirma o autor do artigo, mas as armas de Pyongyang são semelhantes às primeiras versões do S-300 russo, indicou Vasily Kashin. De acordo com ele, o mundo subestima as capacidades industriais da Coreia do Norte, o país produz vários elementos computorizados e robotizados. 

    "Eles possuem uma mistura dos antigos SAM soviéticos [mísseis terra-ar] incluindo os S-75, S-125, S-200 e Kvadrat que provavelmente estão em um estado relativamente bom", informou o analista militar russo Vasily Kashin.

    A Frota Aérea da Coreia do Norte é completamente obsoleta afirma a publicação. Mas existe, de acordo com Kashin, uma arma que pode combater os aviões militares norte-americanos – é a sua frota com cerca de 40 MiG-29 Fulcrums.

    No entanto, enquanto a tecnologia norte-coreana é relativamente primitiva, a defesa aérea do país é bem coordenada, indica Dave Majumdar. 

    "Eles possuem um antigo sistema antiaéreo soviético de controle e comando computadorizado. A maioria dos radares são velhos, mas eles receberam novos radares iranianos modernos. Isto é o que eu sei, as unidades antiaéreas utilizam amplamente os abrigos subterrâneos para se esconder – que são alvos difíceis", acrescentou Kashin. 

    O autor do artigo chega à conclusão que apesar de ser em sua maioria primitiva, a defesa norte-coreana pode ser uma adversária muito mais potente do que o esperado. 

    Mais:

    Vida pelo líder: como forças de segurança protegem chefes da Coreia do Norte
    Coreia do Norte quer ser reconhecida como 'potência nuclear' para negociar com os EUA
    Tags:
    radares, Força Aérea, frota, capacidade militar, armas nucleares, mísseis, defesa antiaérea, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik