19:02 18 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados indonésios no momento de chagada ao aeroporto militar de Roesmin Noejadin

    Chefe militar indonésio é impedido de entrar nos EUA apesar do convite

    © AFP 2018 / ADEK BERRY
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1016

    O comandante das Forças Armadas Nacionais da Indonésia, general Gatot Nurmantyo, foi impedido de entrar nos EUA apesar de ter sido convidado para visitar oficialmente o país pelo chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA, general Joseph Dunford, comunicou a mídia.

    Anteriormente, em outubro, a embaixada dos EUA em Jacarta publicou uma declaração quando ao convite de Dunford a Nurmantyo para participar da Conferência dos Chefes da Defesa para enfrentamento da violência extremista, entre 23 e 24 de outubro em Washington.

    De acordo com a CNN, no sábado (21), Nurmantyo e a sua esposa estavam no aeroporto – prontos para ir a Washington, contudo mesmo antes de decolar, o Serviço Alfandegário e Proteção das Fronteiras dos EUA informou para a delegação indonésia a impossibilidade de os mesmos entrarem em território norte-americano.

    O próprio embaixador dos EUA em Jacarta, posteriormente, pediu desculpas em nome de Washington ao ministro das Relações Exteriores indonésio, Retno Marsudi, pelo incidente e inconveniência.

    "Conservamos nosso compromisso de parceria estratégica com a Indonésia para garantir a segurança e prosperidade das nossas nações e povos", comunicou a embaixada no domingo (22).

    De acordo com informações recentes, Jacarta está esperando que Washington dê explicação plausível quando ao incidente.

    Mais:

    Medo na Ásia: povos de 6 países temem o crescimento militar da China
    Indonésio vence cobra de 7,8 metros e prepara banquete com sua carne para vizinhos (FOTOS)
    Indonésia vai comprar 11 caças russos Su-35
    Tags:
    recusa, delegação, conferência, militar, exército, general Joseph Dunford, Indonésia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik