03:03 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Presidente chinês, Xi Jinping, de pé em jipe militar inspecionando tropas do exército durante o desfile militar do 90º aniversário da criação do Exército de Libertação Popular

    Nova era militar: China planeja modernizar completamente suas Forças Armadas até 2035

    © AP Photo / Li Tao
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1140

    O presidente chinês, Xi Jinping, anunciou que seu país planeja executar completamente ideias para fortalecer as Forças Armadas através da adaptação das estratégias militares a novas circunstâncias.

    Pequim pretende renovar suas Forças Armadas até 2035 para cumprir todos os desafios da modernidade e as demandas da nova era, declarou o presidente chinês, Xi Jinping, na abertura do 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China.

    "Nossa missão será modernizar tanto a defesa nacional como as Forças Armadas até 2035", anunciou o líder chinês.

    A China deve realizar plenamente ideias para fortalecer o exército para entrada na nova era e adaptar as estratégias militares a novas condições, sublinhou o líder chinês.

    Xi Jinping adicionou que a China construirá um exército, marinha, força aérea, segundo corpo de artilharia e forças de apoio estratégico mais poderosos e modernizados, bem como desenvolverá instituições de comando das operações conjuntas fortes e eficientes para cenários de comando e criará um sistema de combate moderno com caraterísticas distintivas chinesas.

    O 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China começa hoje (18) e vai durar uma semana. Os delegados do Partido do Congresso vão eleger novos líderes do Partido, incluindo os dos comitês centrais.

    Mais:

    Prova de força: China realiza exercícios militares (VIDEO)
    China possui em suas mãos 'calcanhar de Aquiles' da Defesa dos EUA
    O que pode fazer China se Pyongyang atacar?
    Tags:
    Marinha, forças armadas, exército, Partido Comunista da China, Xi Jinping, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik