17:01 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Homem assiste à transmissão de notícias que mostra o presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un

    Trump está chegando, Kim: líder dos EUA ficará a metros da Coreia do Norte em novembro

    © AP Photo/ Ahn Young-joon
    Ásia e Oceania
    URL curta
    611

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deverá visitar a zona desmilitarizada na Península da Coreia em novembro, quando realiza uma viagem por países aliados na Ásia, informou uma fonte à agência sul-coreana Yonhap nesta terça-feira.

    Segundo as informações da agência, oficiais enviados pela Casa Branca no mês passados visitaram várias localidades entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte, e alguns deles possuem potencial para uma "atividade especial" que Trump deve levar a cabo no país.

    "Eles olharam em torno de Panmunjom e do Posto de Observação Ouellette", disse a fonte, sob condição de anonimato. Durante o ato, Trump deverá mandar uma mensagem para Pyongyang, e os assessores deles estão fazendo "os preparativos relevantes", emendou.

    Se o republicano quiser aumentar o tom de provocação contra Kim Jong-un, Panmunjom pode ser uma opção, sobretudo porque ele ficaria a metros do território norte-coreano. Por outro lado, os riscos seriam grandes, já que guardas armados da Coreia do Norte vigiam a área.

    A mesma fonte da Yonhap mencionou que Trump poderia optar ainda por visitar as ilhas fronteiriças de Yeonpyeong-do ou Baengnyeong-do.

    A viagem de Trump à Ásia deve começar no dia 2 de novembro e terá paradas na Coreia do Sul, Japão, China, Vietnã e nas Filipinas. A ordem do itinerário do presidente dos EUA ainda não foi revelada pela Casa Branca.

    Mais:

    Coreia do Norte já possui tecnologia para equipar mísseis com ogivas nucleares?
    Coreia do Norte se prepara para penetrar no 'coração' da defesa inimiga
    Submarino nuclear USS Michigan chega à Coreia do Sul no fim de semana
    Tags:
    guerra, provocação, política, diplomacia, Yonhap, Kim Jong-un, Donald Trump, Panmunjom, Estados Unidos, Península da Coreia, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik