12:14 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    As pessoas a ver o lançamento do míssil balístico Hwasong-12 na televisão da estação ferroviária em Pyongyang, Coreia do Norte, 16 de setembro de 2017

    Mídia: Seul está pronta para realizar 'operações imediatas' contra Coreia do Norte

    © AP Photo/ Jon Chol Jin
    Ásia e Oceania
    URL curta
    657

    As Forças Armadas da Coreia do Sul estão prontas para realizar "operações imediatas" no caso de "provocações" por parte da Coreia do Norte, informou a agência Yonhap.

    A Coreia do Sul está pronta para realizar "operações imediatas" no caso de "provocações" por parte de Pyongyang, informou a agência Yonhap com referência a uma fonte militar.

    Os militares sul-coreanos acompanham de perto a situação, em cooperação com os seus colegas norte-americanos, para se proteger de qualquer imprevisto.

    Entretanto, as Forças Armadas da Coreia do Sul ainda não detectaram sinais de que a Coreia do Norte realizará mais um teste de armas por ocasião do aniversário do partido no poder.

    "Ainda não detectamos nenhum sinal de provocação iminente por parte da Coreia do Norte", disse uma fonte militar sul-coreana à agência Yonhap.

    Recentemente, o governo da Coreia do Sul declarou que "está monitorando atentamente a situação, havendo a possibilidade de a Coreia do Norte levar a cabo provocações nos dias do aniversário do partido [Partido dos Trabalhadores da Coreia]" com referência à informação sobre os alegados preparativos de Pyongyang para novos testes de mísseis balísticos. O Partido dos Trabalhadores da Coreia comemora o 72º aniversário da sua fundação em 10 de outubro.

    Para vigiar o seu vizinho do norte, a Coreia do Sul e os EUA usam aviões de reconhecimento Lockheed U-2S, RC-800 (Hawker) e RF-16, aviões de alerta rápido e controle Boeing E-737 e aviões de patrulha marítima Lockheed P-3C.

    Um navio com o sistema Aegis deslocado no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste) e equipado com os radares SPY-1D e Green Pine pode detectar mísseis balísticos norte-coreanos dois minutos após o lançamento.

    Mais:

    Obama no Brasil: 'Coreia do Norte representa um perigo real'
    CIA: Coreia do Norte está se preparando para um novo lançamento de míssil
    Presidente russo: Coreia do Norte tem bomba atômica já desde 2001
    Tags:
    provocação, relações bilaterais, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik