01:18 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Príncipe Harry durante cerimônia na Austrália

    Daesh desafia princípe Harry a lutar 'se for homem o bastante'

    © AP Photo/ Lukas Coch
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1154

    Em um vídeo divulgado na internet neste fim de semana, um militante do grupo terrorista Daesh desafia o príncipe britânico Harry a lutar contra os terroristas, isso "se for homem o bastante" para encarar a tarefa.

    O material apresenta um homem que seria de Singapura (dado o seu sotaque) conclamando outros islâmicos para se juntarem à sua causa do Daesh em todo o Oriente Médio e África.

    O protagonista do vídeo provocou Harry – já serviu no exército britânico, onde voou helicópteros de ataque Apache no Afeganistão – e pediu que o príncipe participe da luta, para que o grupo terrorista possa enviar "você e seus Apaches para o inferno".

    Soldado norte-americano no veículo blindado em 29 de abril de 2017 em Darbasiyah, Síria
    © AP Photo/ APTV

    Segundo a RT, o autor das ameaças foi identificado pelas autoridades de Singapura como Megat Shahdan bin Abdul Samad, de 39 anos. Ele teria deixado o país em 2014, a fim de se unir ao Daesh.

    Em junho, o príncipe Harry fez uma visita de dois dias a Singapura, onde falou sobre o ataque terrorista de Londres, ocorrido naquele mesmo mês.

    O ataque viu três homens que usavam portando facas e usando uma van atravessarem a London Bridge e avançarem sobre o Borough Market, deixando um saldo de oito mortes e dezenas de feridos.

    Mais:

    Premiê do Canadá se junta à 'batalha' entre Obama e Príncipe Harry no Twitter
    Irã ataca com drones posições do Daesh na fronteira entre Iraque e Síria
    Ministério da Defesa: Tenente-general russo morre em bombardeios do Daesh na Síria
    Tags:
    violência, ameaça, guerra, terrorismo, Daesh, Megat Shahdan bin Abdul Samad, Príncipe Harry, Reino Unido, Síria, Singapura
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik