14:43 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Submarino índio durante o Exame da Frota Internacional em 6 de fevereiro de 2016

    Índia envia submarino para a região do mar Arábico

    © AFP 2019 / STR
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 10

    O submarino de ataque Shishumar está sendo acompanhado por outros dois navios e duas aeronaves de patrulha marítima em uma missão de um mês para estreitar a cooperação com os países da região do mar Arábico.

    Depois de uma longa pausa, a Índia voltou a enviar submarinos para esta zona do mar Arábico. No dia 20 de setembro, o submarino indiano Shishumar entrou em Duqm, Omã, junto com o navio INS Mumbai e duas aeronaves de reconhecimento marítimo de longo alcance P-8I.  Entretanto, o navio INS Kochi está a caminho de se juntar à frota.

    "O navio indiano Mumbai e o submarino Shishumar entraram em Duqm, Omã, como parte da missão ao ocidente do mar Arábico depois de realizar uma série de exercícios em marcha.  O submarino está visitando este porto estrangeiro depois de uma longa pausa", anunciou a Marinha da Índia.

    Os navios estão efetuando uma navegação de um mês com o objetivo de reforçar a vigilância e a cooperação com os países do litoral do mar Arábico.

    O posicionamento do submarino indiano nesta zona do oceano Índico ocorre no meio do aumento do número de navios chineses, na mesma zona em que o Paquistão, o Bangladesh e Mianmar se preparam para enviar mais submarinos adquiridos à China.  Durante os últimos 4 meses, os satélites indianos e as aeronaves de patrulha marítima P-8I já tinham detectado mais de uma dúzia de navios chineses, incluindo submarinos no litoral.

    Contudo, os analistas dizem que a deslocação de submarinos indianos na região não é novidade, e que isto acontece depois de uma longa pausa por causa dos números limitados.

    "Os submarinos têm visitado os portos estrangeiros em ambas as partes no Golfo de Bengala e mar Arábico. Antes, enviamos navios e submarinos a portos amigos. Os submarinos acompanhavam no passado as outras embarcações como parte dos exercícios regulares que efetuamos no oceano Índico. Não acho que seja extraordinário. Claro que houve uma pausa nestas deslocações, em primeiro lugar por causa dos números limitados. Não vejo nenhum sinal estratégico nisso", conclui na entrevista ao Sputnik Internacional Abhay K Singh, especialista do Centro de Assuntos Militares do Instituto de Estudos de Defesa e Análise em Nova Deli.

    A Marinha indiana tem feito grandes esforços para estreitar as relações com os seus vizinhos na área naval, por exemplo com o Bangladesh ou Mianmar. O almirante Tin Aung San, comandante-chefe da Marinha de Mianmar está agora em uma visita de três dias na Índia para consolidar e melhorar as relações bilaterais na área da defesa. Durante a visita recente do primeiro-ministro Narendra Modi a Mianmar, no início de setembro, foram assinados três acordos na área em questão entre os dois países.

    Mais:

    Líderes da China e Índia acordam assegurar paz na fronteira
    Chefe do exército indiano: China e Paquistão já não representam ameaça iminente
    Acidente na Austrália: 23 de 26 pessoas foram salvas após queda de aeronave militar
    Tags:
    aeronave, navio, Marinha, submarino, Narendra Modi, Oceano Índico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar