17:43 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Lider norte-coreano observa o lançamento de um míssil

    Pyongyang difunde fotos do último teste de mísseis

    © REUTERS/ KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Lançamento de míssil de Pyongyang (18)
    233338191

    As autoridades norte-coreanas tornaram públicas no sábado (16) fotografias que mostram o processo do último lançamento de um míssil balístico.

    A Agência Central norte-coreana (KCNA em inglês) afirma que a nova série de imagens corresponde ao lançamento de um míssil de médio alcance Hwasong-12 realizado na sexta (15), ou seja, do mesmo modelo que foi testado em 29 de agosto, informa o RT.

    Na manhã de sexta (15), a Coreia do Norte realizou mais um lançamento de um míssil balístico em resposta ao novo pacote de sanções contra o país adotado nesta semana pelo Conselho de Segurança da ONU. O míssil lançado sobrevoou o território do Japão caindo nas águas do Pacífico a 2 mil quilômetros da ilha japonesa de Hokkaido.

    De acordo com o jornal The Korea Herald, o míssil sobrevoou 3,7 mil quilômetros e alcançou uma altitude máxima de 770 quilômetros. Considerando a trajetória e o ângulo de lançamento, se torna claro que o território da ilha de Guam dos EUA está dentro do seu alcance operacional.

    Lançamento do míssil Hwasong-12, 15 de setembro, 2017
    © REUTERS/ KCNA
    Lançamento do míssil Hwasong-12, 15 de setembro, 2017

    O lançamento do míssil norte-coreano foi abordado durante uma conversa telefônica entre os presidentes da Rússia Vladimir Putin e da França Emmanuel Macron. As partes concordaram que os testes de Pyongyang "violam gravemente as resoluções do Conselho de Segurança da ONU".

    Tema:
    Lançamento de míssil de Pyongyang (18)

    Mais:

    Pesquisa mostra opinião da população dos EUA sobre ação militar contra Coreia do Norte
    Kim Jong-un: as forças nucleares da Coreia do Norte estão praticamente completas
    Tags:
    tensões, imagens, lançamento, foto, míssil, Hwasong-12, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik