16:57 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O míssil balístico intercontinental lançado pela Coreia do Norte

    Secretário-geral da ONU: Solução militar da crise coreana será uma catástrofe

    © REUTERS/ KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3200942

    A solução militar da crise coreana seria uma catástrofe, é necessário buscar meios políticos para regularizar a situação, declarou o secretário-geral da ONU, António Guterres.

    "Devemos condenar severamente os testes de mísseis e nucleares da Coreia do Norte, considerando a desnuclearização da península da Coreia como a nossa prioridade. Ao mesmo tempo, devemos entender que a solução militar da crise coreana será uma catástrofe. É vital fazer tudo o possível a fim de criar as condições para a iniciativa diplomática e a solução pacífica", declarou Guterres em entrevista à Sputnik.

    Ao mesmo tempo, o secretário-geral da ONU indicou que está muito preocupado com a crise em torno da Coreia do Norte:

    "Acho que é vital evitar que a situação saia fora de controle. É claro que a Coreia do Norte deve observar o direito internacional e as resoluções do Conselho de Segurança [da ONU]. O mesmo devem fazer todos os Estados", destacou.

    Não obstante, Guterres sublinhou que "é preciso encarar as resoluções do Conselho da Segurança não só como um instrumento fundamental de pressão sobre a Coreia do Norte, mas também como um meio para obter uma solução diplomática".

    Em 3 de setembro, a Coreia do Norte declarou ter realizado um teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio destinada aos seus mísseis balísticos intercontinentais.

    Este foi o sexto teste atômico desde que o país se proclamou potência nuclear em 2005.
    Para além disso, desde o início do ano, Pyongyang realizou 13 testes de mísseis balísticos, incluindo o lançamento de supostos mísseis intercontinentais capazes de alcançar o território dos EUA.

    Em 11 de setembro, o Conselho de Segurança da ONU aprovou um novo pacote de sanções contra a Coreia do Norte, proposto pelos EUA, que afeta severamente a capacidade norte-coreana de abastecimento de combustível.

    A resolução, que foi votada pelos 15 países-membros do Conselho de Segurança da ONU, estabelece um embargo às exportações de têxteis norte-coreanos e às importações pela Coreia do Norte de gás natural liquefeito e de gás natural comprimido.

    Mais:

    O último teste nuclear da Coreia do Norte foi avaliado em 250 quilotons
    Coreia do Norte promete 'a maior dor' aos EUA após sanções; Trump 'ameaça' China
    Por que Coreia do Norte sobreviveria 'com facilidade' ao embargo petroleiro?
    Sérvio fala sobre visita à Coreia do Norte: metrô, mulheres e escuridão noturna (FOTOS)
    China espera contar com apoio de todos no 'duplo congelamento' na península da Coreia
    Tags:
    testes de mísseis, secretário-geral, teste nuclear, catástrofe, solução pacífica, militar, lançamento, resolução, Conselho de Segurança da ONU, ONU, António Guterres, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik