10:51 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Pyongyang testa bomba de hidrogênio (36)
    26113
    Nos siga no

    Pyongyang rejeita de modo categórico a nova resolução do Conselho de Segurança da ONU, que contempla a ampliação do regime de sanções contra o país após a realização do seu sexto teste nuclear, informou um comunicado do ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, divulgado pela Agência Central de Notícias da Coreia (ACNC).

    "A resolução foi fabricada pelos EUA, que recorreu a diversos métodos e meios sujos. A Coreia do Norte condena de maneira mais resoluta e rejeita de forma categórica a resolução 2375 do CS da ONU, relativa às sanções. [A resolução] é um produto de uma repugnante provocação, que busca privar a Coreia do Norte do seu legítimo direito à defesa, bem como busca sufocar o Estado e os seus cidadãos através de um bloqueio econômico de grandes proporções", destaca o comunicado.

    O ministério das Relações Exteriores da Coreia destaca que "a adoção de mais uma resolução ilegítima sobre sanções serviu à Coreia do Norte de confirmação de que o caminho escolhido está absolutamente certo".

    "A Coreia do Norte dobrará os esforços para ampliar o seu poder para a defesa da soberania do país, do direito à existência, bem como para a manutenção da paz e da segurança na região ao obter equilíbrio prático com os EUA", afirma o comunicado norte-coreano. 

    Neste domingo, o CS da ONU aprovou, por unanimidades, novas sanções contra a Coreia do Norte, que limitarão de modo significativo as importações e as exportações de Pyongyabg. A resolução 2375 estabeleceu o regime mais rigoroso de sanções da ONU no século XXI.

    Tema:
    Pyongyang testa bomba de hidrogênio (36)

    Mais:

    Coreia do Norte promete 'a maior dor' aos EUA após sanções; Trump 'ameaça' China
    'Persona non grata': após o México, Peru expulsa embaixador da Coreia do Norte
    Por que Coreia do Norte sobreviveria 'com facilidade' ao embargo petroleiro?
    Sérvio fala sobre visita à Coreia do Norte: metrô, mulheres e escuridão noturna (FOTOS)
    China espera contar com apoio de todos no 'duplo congelamento' na península da Coreia
    Tags:
    sanções, Conselho de Segurança da ONU, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar