17:21 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras de China, Coreia do Sul e Coreia do Norte

    Vice-chanceler: Coreia do Sul descarta solução militar para a crise na região

    © AFP 2017/ MENAHEM KAHANA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    12141280

    Seul é contra uma solução militar para a crise norte-coreana, declarou nesta terça feira o vice-ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Jo Hyun, durante uma conferência em Washington.

    "Consideramos inadmissíveis as duas coisas. Em primeiro lugar, não devemos reconhecer a Coreia do Norte como um estado com armas nucleares", declarou o diplomata, destacando que a Pyongyang segue com suas "provocações insanas". 

    Segundo ele, milhões de sul-coreanos não reconhecem isso, bem como os EUA.

    "Em segundo lugar, uma guerra na península da Coreia também é inadmissível. Não podemos aceitar a guerra como uma opção. Não é por fraqueza. Mas por termos memórias da guerra da Coreia. É importante destacar, todas as opções estão disponíveis. Devemos ter cuidado, no entanto, para não deixar isso escalar ou provocar distorções na percepção [da situação] pela Coreia do Norte", afirmou o vice-ministro.

    Neste domingo, as autoridades da Coreia do Norte declararam sobre um bem-sucedido teste de uma bomba de hidrogênio. Pyongyang manifestou a intenção de instalar ogivas desse tipo em seus mísseis balísticos intercontinentais. A ordem de realizar o teste foi dada pelo líder norte-coreano, Kim Jong-un. De acordo com Pyongyang, o teste não provocou vazamento de radiação, nem outros efeitos negativos para o meio-ambiente.

    Mais:

    Coreia do Norte promete mais 'presentes' aos EUA
    Economia do mercado chegaria à Coreia do Norte? (FOTOS)
    Vale a pena marcar presença nos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul?
    Opinião: 'Coreia do Norte não quer guerra, quer garantias de estabilidade do regime'
    Alto comando: EUA manterão forte presença naval perto da península da Coreia
    Putin: Coreia do Norte não precisa ter medo por sua segurança
    Tags:
    crise coreana, guerra, Jo Hyun, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik