15:18 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    A representante permanente dos EUA junto à ONU Nikki Haley

    Proposta de Rússia e China para lidar com Coreia do Norte é 'um insulto', dizem EUA

    © REUTERS / Stephanie Keith
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Pyongyang testa bomba de hidrogênio (36)
    31837
    Nos siga no

    A embaixadora dos Estados Unidos no Conselho de Segurança da ONU, Nikki Haley, criticou a proposta feita por Rússia e China para conter as provocações da Coreia do Norte. Segundo ela, o governo de Kim Jong-un está "pedindo por uma guerra".

    "A guerra nunca é algo que os Estados Unidos querem", disse Haley. "Nós não queremos isso agora. Mas a paciência do nosso país não é ilimitada".

    Em um ataque velado contra a Rússia e contra a China, Haley disse que é "um insulto" propor um chamado "congelamento para o congelamento", demanda norte-coreana e que exige que a Coreia do Sul e os EUA suspendam seus exercícios militares anuais.

    Tais manobras são algo que Pyongyang vê como um ensaio para uma invasão — em troca de uma parada para os testes nucleares e de mísseis da Coreia do Norte.

    "Nós aguardamos por tempo suficiente. Não há mais outro caminho", disse a embaixadora, que seguiu mantendo o discurso de que novas sanções contra a Coreia do Norte são necessárias.

    "Já é o suficiente. Chegou a hora de esgotar todos os nossos meios diplomáticos antes que seja tarde demais. Agora devemos adotar as medidas mais fortes possíveis. Somente as sanções mais fortes nos permitirão resolver esse problema através da diplomacia", completou Haley.

    Washington promete apresentar ao Conselho de Segurança da ONU uma nova resolução com sanções adicionais contra o governo norte-coreano.

    Tema:
    Pyongyang testa bomba de hidrogênio (36)

    Mais:

    EUA aprovam venda bilionária de armamentos à Coreia do Sul
    Assange sobre THAAD: Coreia do Sul é a Cuba da China
    Pequim: China não vai permitir uma guerra na península da Coreia
    Tags:
    sanções, bomba de hidrogênio, bomba nuclear, guerra nuclear, Conselho de Segurança da ONU, Nikki Haley, China, Rússia, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar