03:38 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Explosão nuclear

    Opinião: consequências de guerra entre Seul e Pyongyang seriam terríveis

    CC0 / Pixabay
    Ásia e Oceania
    URL curta
    334
    Nos siga no

    As possíveis ações militares entre as duas Coreias resultariam na destruição de Seul, em uma catástrofe humanitária e também criariam um perigo de guerra nuclear limitada, opina o especialista militar russo Igor Korotchenko.

    Teste de míssil norte-coreano Hwasong-12
    © REUTERS / Agência Central de Notícias da Coreia do Norte (KCNA)
    "Ações de combate entre a Coreia do Sul e a do Norte resultariam em consequências humanitárias terríveis. Seul seria destruída, dezenas de milhares de civis seriam mortos. Quaisquer variantes de ações militares levariam só à escalada das tensões", declarou o especialista militar e editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional), Igor Korotchenko, comentado o recente comunicado do Ministério da Defesa sul-coreano.

    "Neste cenário, não podemos excluir uma guerra nuclear limitada", avisou.

    Mais cedo, o Ministério da Defesa da Coreia do Sul informou ter recebido a incumbência de elaborar um plano de resistência a uma intervenção em grande escala por parte da Coreia do Norte. O plano também inclui uma contraofensiva e conquista de Pyongyang sem ajuda dos EUA.

    O plano foi a resposta às numerosas ameaças e testes de mísseis efetuados pela Coreia do Norte.

    Mais:

    Apenas 10 minutos para escapar: Japão se prepara frente a ameaça da Coreia do Norte
    Kim Jong-un avisa: Coreia do Norte lançará mais mísseis contra alvos no Pacífico
    Por que Coreia do Norte não atacou Guam e lançou míssil sobre o Japão?
    Não só Pyongyang testa mísseis balísticos; Seul dá resposta (VÍDEO)
    Seul acredita que Coreia do Norte está pronta para novo teste nuclear
    Tags:
    intervenção militar, mortos, capital, destruição, combate, plano, guerra nuclear, catástrofe humanitária, Ministério da Defesa da Coreia do Sul, Igor Korotchenko, EUA, Pyongyang, Seul, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar