23:20 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Caça americano F-35 cumprindo missão

    Inovador radar quântico chinês pode tornar os caças F-35 e F-22 obsoletos

    CC BY 2.0 / Forsvarsdepartementet / Lockheed Martins F-35
    Ásia e Oceania
    URL curta
    52464

    A China teria desenvolvido um radar quântico capaz de detectar caças furtivos como os F-22 e F-35, afirma o especialista militar Dave Majumdar em um artigo na revista National Interest.

    A existir tal radar, este será capaz de detectar os aviões furtivos com facilidade. Todavia, não se sabe exatamente se os chineses possuem tal tecnologia, escreve o especialista. 

    Embora a indústria militar chinesa tenha afirmado ter conseguido um grande avanço em relação aos radares quânticos, os representantes do mesmo ramo nos países ocidentais asseguram que esse sistema provavelmente não é viável a não ser que seja em laboratório. É difícil construir e testar radares quânticos de maneira confiável, nem mesmo em ambiente de laboratório, assinalou Majumdar.

    Em 2016, a empresa estatal China Electronics Technology Group (CETC) anunciou ter conseguido levar a cabo ensaios bem-sucedidos de 60 milhas – cerca de 96 km – de alcance. Se bem que seja uma distância relativamente curta, o fato de o dispositivo ser capaz de proporcionar uma pista de qualidade sobre um avião furtivo a essas distâncias é impressionante, sugere o autor do artigo 

    Se vier a se concretizar, a tecnologia seria capaz de revelar dados importantes sobre as aeronaves do adversário, tais como sua forma, localização, velocidade, temperatura e até mesmo a composição química da sua tinta, escreve a The National Interest.

    Ainda que alguns especialista se mostrem céticos quanto aos radares quânticos, "o próprio fato de Pequim estar trabalhando duro de modo a lutar contra as tecnologias furtivas não deve ser uma surpresa", resumiu Majumdar.

    Mais:

    Caça F-35 é testado com trampolim pela primeira vez (VÍDEO)
    Caça furtivo F-35 experimenta selva, tempestades de gelo e temperaturas extremas
    Tags:
    caça, radar, The National Interest, Dave Majumdar, Pequim, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar