22:13 16 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento do míssil balístico Pukguksong-2 pela Coreia do Norte

    Coreia do Norte realiza novo teste balístico com três mísseis, dizem EUA

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    44201

    A Coreia do Norte lançou neste sábado (horário local) três mísseis de curto alcance que teriam tido problemas para se manter no ar ou explodiram quase imediatamente, informou o Pentágono nesta sexta-feira, afirmando que nenhum deles representava perigo ao país.

    "O primeiro e o terceiro mísseis [foram lançados] às 11:49 e as 12:19 falharam em voo. O lançamento do segundo míssil às 12:07 parece ter explodido quase que imediatamente", disse o porta-voz do Comando do Pacífico, Dave Benham, usando o fuso horário da sua sede no Havaí.

    Segundo os militares dos EUA, os lançamentos ocorreram perto de Kittaeryong, na Coreia do Norte, em um espaço de tempo de 30 minutos.

    Benham informou ainda que nenhum dos mísseis representou perigo para a ilha de Guam, no Oceano Pacífico, onde ficam bases militares estadunidenses, nem a qualquer cidade norte-americana.

    Os mísseis e seus destroços teriam caído no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste), após voarem por cerca de 250 quilômetros na direção nordeste da península, informou o Estado-Maior da Coreia do Norte (JCS).

    “[A Coreia do Norte] lançou projéteis não identificados da localidade de Gitdaeryong, na província de Gangwon, por volta das 6:49 (horário local)”, comunicou, em nota, o JCS.

    Militares sul-coreanos e estadunidenses já estão analisando as informações disponíveis a respeito dos lançamentos dos mísseis, que acontecem no período em que Coreia do Sul e EUA realizam exercícios militares conjuntos na região da península.

    Há um mês, a Coreia do Norte realizou o seu segundo teste com um míssil balístico intercontinental (ICBM, na sigla em inglês), o qual foi considerado bem sucedido por Pyongyang. Dias depois, o país ameaçou atacar a ilha de Guam, plano que foi descartado por enquanto pelo governo de Kim Jong-un.

    Na última terça-feira, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou que a Casa Branca está satisfeita com o “nível de moderação” demonstrado pelos norte-coreanos, algo “que não foi visto no passado”. Ele ainda expressou esperança em dialogar com Pyongyang.

    Mais:

    Coreia do Norte ameaça Grã-Bretanha com 'fim miserável' se apoiar EUA
    Mídia: Coreia do Norte pode estar desenvolvendo novo míssil balístico para submarinos
    Pyongyang: EUA e Coreia do Sul 'brincam com fogo sobre um barril de pólvora nuclear'
    Tags:
    mísseis balísticos, Pukguksong-3, Pukguksong-2, Pukguksong-1, testes balísticos, JCS, Pentágono, Kim Jong-un, Dave Benham, Rex Tillerson, Península da Coreia, Coreia do Sul, Guam, Estados Unidos, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar