17:32 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    8100
    Nos siga no

    Os ministros de Relações Exteriores de Rússia e China conversaram por telefone nesta terça-feira. O foco do diálogo foi a situação de tensão na Península da Coreia, de acordo com a RIA Novosti.

    De acordo com o chanceler chinês Wang Yi, é urgente que Estados Unidos e Coreia do Norte “coloquem os pés no freio” e parem de se provocar mutuamente com palavras e ações.

    Do outro lado da linha, o ministro russo Sergei Lavrov destacou que Moscou está pronta para aumentar a coordenação com Pequim, na busca por uma solução para a crise coreana.

    Lavrov alertou ainda para os riscos de uma escalada ainda maior das tensões com o início de uma nova série de exercícios militares conjuntos entre EUA e Coreia do Sul, prevista para ter início em 21 de agosto e com duração de duas semanas.

    Além disso, os dois chanceleres definiram uma posição conjunta de que não há solução militar aceitável para a crise na península, apostando assim na diplomacia como única resposta possível neste momento.

    Mais:

    Pentágono: ataque da Coreia do Norte pode levar a hostilidades 'muito rapidamente'
    Presidente da Coreia do Sul: conflito militar só acontecerá com aval de Seul
    General dos EUA: estar pronto não significa querer guerra com Coreia do Norte
    Tags:
    Rússia, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Estados Unidos, Península Coreana, Wang Yi, Sergei Lavrov, guerra, guerra nuclear, diplomacia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar