13:29 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    As ilhas Nansha (Spratly) no mar do Sul da China

    Chancelaria chinesa: há dois anos que Pequim não constrói ilhas no mar do Sul da China

    © AFP 2019 / SAM YEH
    Ásia e Oceania
    URL curta
    180

    O ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, declarou na segunda feira (7) que nos últimos dois anos o país não está realizando no mar do Sul da China projetos de “reclamação de terras” ou construção de ilhas artificiais.

    Segundo o canal CGTN, o ministro desmentiu as informações que as construções estão ainda em curso.

    No encontro em Manila, a China e os países membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) aprovaram um projeto de enquadramento do código de conduta no Mar do Sul da China, que está em preparação desde 2013.

    Durante já várias décadas que Pequim tem tido disputas territoriais com alguns países da região Ásia-Pacífico sobre ilhas cuja plataforma continental é rica em hidrocarbonetos. Trata-se do arquipélago de Spratly, das ilhas Paracel e Scarborough Shoal, que são alvo de disputas territoriais entre China, Vietnã, Brunei, Malásia e Filipinas.

    Nos últimos tempos, a construção de instalações chinesas nas ilhas artificiais, que os outros países consideram como ilegal, tem provocado as disputas mais graves.

    Mais:

    China reage mal à declaração dos líderes do G7 sobre a situação do Mar do Sul da China
    Especialista russo comenta mudança na balança de poderes no mar do Sul da China
    Сhina está militarizando mar do Sul da China, opinam EUA
    Tags:
    negociações, ilhas artificiais, disputa territorial, Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), Wang Yi, Scarborough, Paracel, Spratly, Filipinas, China, Mar do Sul da China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar