07:34 26 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    O governo da China publicou uma lista com 82 indústrias que terão de obter uma licença especial antes de descartar seus poluentes. Aquelas que não cumprirem as obrigações poderão ter de pagar multas de até 150 mil dólares.

    Resíduos industriais jogados no oceano Pacífico (arquivo)
    © AP Photo / Scripps Institution of Oceanography, Mario Aguilera
    Entre os setores afetados pela medida, segundo o Ministério de Proteção Ambiental do país, estão o de processamento de alimentos, fabricação de aço e de produtos químicos. O órgão, de acordo com a Reuters, explica que todos deverão apresentar as licenças a partir de 2020, com detalhamentos sobre onde, como e quanto cada polui, conforme um teto de poluição a ser estabelecido.

    Atualmente, mais de 5 mil licenças já foram emitidas para empresas dos setores de energia térmica e fabricação de papel, os primeiros a operarem sob o novo esquema, que faz parte de um esforço da China para reverter décadas de poluição que levaram a uma grande degradação ambiental no país. 

    Mais:

    COP 21: Países desenvolvidos reconhecem esforço do Brasil em benefício do meio ambiente
    China endurece leis contra agentes poluidores do meio ambiente
    Tags:
    meio ambiente, indústria, poluição, Pequim, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar