10:57 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Xi Jinping chega ao encontro com Vladimir Putin, em 4 de julho de 2017

    Em parada militar, Xi diz que China nunca precisou de um exército tão forte quanto hoje

    © Sputnik / Sergei Guneev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11190

    O primeiro desfile militar da história da China, em comemoração ao Dia do Exército, começou neste domingo na Região Autônoma da Mongólia, no interior ao norte do país, com o presidente Xi Jinping inspecionando as tropas pessoalmente, informou a mídia local.

    Jinping disse que o país nunca antes precisou de um exército tão forte quanto agora, em um momento de fortes tensões na Península Coreana, de disputas marítimas por ilhas e recursos naturais no sul da Ásia, e pela hegemonia global em tempos de isolacionismo dos EUA.

    O desfile, que ocorreu na base militar de Zhurihe, marca o 90º aniversário da fundação do Exército de Libertação do Povo (PLA, na sigla em inglês), que é celebrado formalmente em 1° de agosto, informou a agência de notícias chinesa Xinhua.

    De pé em um jipe de teto aberto, o presidente chinês inspecionou as tropas. De acordo com a Xinhua, Xi nunca inspecionou tal desfile militar de grande escala.

    Xi sublinhou que o PLA era capaz de derrotar todos os inimigos invasores e proteger os interesses nacionais de soberania, segurança e desenvolvimento do país.

    O presidente também disse ter ordenado que o PLA siga a liderança absoluta do Partido Comunista, bem como para melhorar sua combatividade e modernizar as Forças Armadas.

    Xi acrescentou que dentro de 90 anos o PLA superou todos os desafios que enfrentou e fez uma "façanha imortal" para ajudar o povo chinês a prosperar.

    O PLA foi fundado em 1° de agosto de 1927, durante o levante de Nanchang contra o então partido Kuomintang. A guerra civil posterior resultou na fundação da República Popular da China na China continental, em 1° de outubro de 1949.

    Mais:

    Vou xingar muito no Twitter: Trump reclama que China 'não faz nada pelos EUA'
    China testa mísseis antiaéreos de médio alcance HQ-16 (FOTOS)
    Rússia e China são responsáveis pela ameaça norte-coreana, diz Tillerson
    Tags:
    nanchang, zhurihe, Exército da China, forças armadas, Exército de Libertação do Povo, Xi Jinping, Mongólia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar