01:10 19 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un

    Coreia do Norte diz que Seul pagará o 'mais alto preço' por condenar teste de mísseis

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    40146
    Nos siga no

    A Coreia do Sul "vai pagar o mais alto preço por condenar o recente teste de míssil balístico intercontinental" norte-coreano, escreveu no sábado o jornal norte-coreano Rodong Sinmun.

    A Assembleia Nacional da Coreia do Sul adotou em 18 de julho uma resolução condenando o teste do míssil norte coreano Hwasong-14 realizado em 4 de julho, dizendo que a continuação das provocações norte-coreanas levará "à extinção permanente" de seus dirigentes.

    Respondendo a essa declaração, o jornal norte-coreano sustentou que a Coreia do Sul "pagará o mais alto preço por se atrever a desafiar o nosso sistema e medidas de autodefesa", relata a Yonhap.

    Seul declarou recentemente que quer realizar um diálogo de alto nível sobre as questões militares e humanitárias com a Coreia do Norte, mas Pyongyang chamou essa proposta de "contrassenso".

    Em vez disso, a Coreia do Norte acusa seu vizinho do sul de apenas aumentar a hostilidade e a tensão com esta resolução e não fazer nada para promover a unidade ou a unificação.

    Enquanto isso, a Coreia do Norte continua aperfeiçoando sua tecnologia ICBM (mísseis balísticos intercontinentais).

    "O exército e o povo da República Popular Democrática da Coreia permanecem inabaláveis em sua vontade de não se afastarem nem um centímetro do rumo para impulsionar sua força nuclear, até que a política hostil dos EUA e a sua ameaça nuclear não sejam completamente removidas", se lê no Rodong Sinmun.

    O míssil balístico "intercontinental" Hwasong-14 parece ter a capacidade de alcançar os estados americanos do Havaí ou do Alasca, embora a precisão deste míssil provoque debates. Apesar de tudo, o recente teste demonstrou um salto na capacidade tecnológica da Coreia do Norte.

    Mais:

    EUA proíbem seus cidadãos de viajar para Coreia do Norte
    Moscou: 'Coreia do Norte nunca lançou um míssil balístico intercontinental'
    Havaí se prepara para um ataque da Coreia do Norte
    Tags:
    míssil balístico intercontinental, míssil balístico, testes de mísseis, EUA, Seul, Pyongyang, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar