19:19 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Aeronaves russos Su-24

    Japão exprime preocupação com crescente atividade aérea da Rússia

    © Sputnik / Pavel Lisitsyn
    Ásia e Oceania
    URL curta
    10162
    Nos siga no

    No período entre abril e junho deste ano, os caças da Força Aérea de Autodefesa do Japão realizaram a maioria dos voos por causa de aviões da Força Aérea da Rússia, disse o Estado-Maior das Forças de Autodefesa nipônicas.

    De acordo com o órgão, no total, durante o segundo trimestre deste ano, os caças japoneses foram alertados 229 vezes devido à aproximação de aviões estrangeiros. Destes, 125 vezes (55%), se tratou de aviões russos e 101 vezes (44%) — de aeronaves chinesas. Nos últimos cinco anos, a proporção tem sido em geral inversa. Por exemplo, no ano passado, no mesmo período, os caças japoneses foram alertados 199 vezes por causa de aviões chineses e 78 — por causa de aeronaves russas.

    Os militares japoneses notam uma diminuição significativa das atividades aéreas da China, em comparação com as ações crescentes da Rússia. Destaca-se também que, enquanto os aviões chineses na maioria são caças, os da Rússia são de reconhecimento.

    As rotas aéreas também apresentam uma grande diferença, segundo os militares japoneses. Os aviões da China costumam voar sobre o mar da China Oriental, enquanto os russos sobrevoam quase todo o território japonês ao longo de sua costa noroeste, do norte e nordeste, deixando de lado apenas a parte do sul.

    Os dados divulgados, acompanhados por imagens, indicam que os voos de reconhecimento são efetuados por aviões Tu-95, Tu-142, Il-38, Il-2-0, Su-24.

    Mais:

    'Mensagem estratégica para Pequim': EUA encabeçam treinamentos navais com Índia e Japão
    Após dois enforcamentos, UE pede que Japão realize debates sobre pena de morte
    Tags:
    caças, voos de reconhecimento, Su-24, Tu-142, Força Aérea da Rússia, China, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar