16:10 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O míssil balístico intercontinental lançado pela Coreia do Norte em 4 de julho de 2017

    EUA fazem de tudo para conter Coreia do Norte e podem partilhar dados secretos com Rússia

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Tensão sem precedentes entre Coreia do Norte e EUA (186)
    1024
    Nos siga no

    Os EUA estão se esforçando para resolver a crise na península Coreana, prestando apoio ao Japão e tentando conter a Coreia do Norte quanto ao seu programa nuclear e de mísseis. Além disso, EUA "fornecerão com muito prazer" para a Rússia dados de reconhecimento, caso o país precise de mais informações sobre o míssil lançado pela Coreia do Norte.

    Segundo informa o Pentágono, o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, e sua homóloga japonesa, Tomomi Inada, discutiram o lançamento de míssil norte-coreano realizado no dia 4 de julho. Ambos os ministros acreditam que tais ações são "provocação inaceitável que abala segurança e estabilidade na região".

    James Mattis também "sublinhou lealdade firme dos EUA à defesa do Japão" e prometeu "usar todos os meios possíveis para conter a Coreia do Norte".

    Além disso, os ministros decidiram cooperar com os países da região para garantir paz e segurança no Nordeste da Ásia.

    Entretanto, durante a cúpula do Conselho de Segurança da ONU, que foi realizada ontem (5), o vice-embaixador da Rússia na Organização, Vladimir Safronkov, declarou que a situação ligada ao lançamento de míssil balístico norte-coreano exige atenção total.

    Por sua vez, a representante permanente dos EUA na ONU, Nikki Haley, declarou que todo o mundo já não tem dúvidas que a Coreia do Norte lançou o míssil balístico intercontinental: "Não só o secretário-geral da ONU acredita que se trata de míssil balístico intercontinental. Os EUA confirmaram que era um míssil balístico intercontinental, a Coreia do Norte também declarou que era um míssil balístico intercontinental. Se vocês [Rússia] precisarem de dados para reconhecimento, que lhes permitam ver o que todo o mundo já viu quanto à veracidade de utilização de míssil balístico intercontinental, fornecerei com prazer."

    Tema:
    Tensão sem precedentes entre Coreia do Norte e EUA (186)

    Mais:

    Temos confiança que podemos parar míssil intercontinental da Coreia do Norte, dizem EUA
    Lavrov: 'Rússia conhece o tipo de míssil lançado pela Coreia do Norte'
    Míssil lançado pela Coreia do Norte é um tipo nunca antes visto, diz Pentágono
    EUA realizam exercícios de mísseis em resposta ao lançamento da Coreia do Norte
    Tags:
    crise coreana, defesa, míssil balístico intercontinental, paz, lançamento, segurança, Conselho de Segurança da ONU, Tomomi Inada, James Mattis, Nikki Haley, Vladimir Safronkov, Coreia do Norte, EUA, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar