00:47 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeira da Coreia do Norte

    Pyongyang exige dissolução de Comando da ONU em Seul por ser 'instrumento de agressão'

    © Sputnik/ Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    62090141

    A Coreia do Norte apresentou aos EUA sua demanda de dissolver, por ser "ilegal", o chamado Comando da ONU na Coreia (United Nations Command, UNC, na sigla em inglês).

    Um porta-voz do Comitê para a Paz norte-coreano afirmou em uma declaração, publicada pelo jornal norte-coreano Rodong Sinmun, que se trata de "uma herança da Guerra Fria e um instrumento da agressão".

    Nota-se que em julho de 1957 os EUA, sob cobertura do Comando da ONU, "arrastaram" para a Coreia do Sul suas tropas no Extremo Oriente, tentando criar uma versão asiática da OTAN.

    "Nada justifica a existência do Comando da ONU, nem a preservação da paz e segurança na península coreana e na região do Círculo do Pacífico, nem a restauração do prestígio da ONU como organização internacional", diz o texto.

    A declaração exige aos EUA "a dissolução imediata do ilegal Comando da ONU e a retirada das armas mortíferas e tropas agressoras" da Coreia do Sul.

    O Comando da ONU foi estabelecido em 1950 para apoiar Seul durante a guerra entre as duas Coreias.

    Mais:

    EUA, Japão e Coreia do Sul coordenam medidas contra Coreia do Norte
    Pentágono revisa planos para ação militar contra a Coreia do Norte
    Tags:
    tropas, retirada, demanda, ONU, EUA, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik