08:12 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldado do Exército da Coreia do Norte

    Sanções não vão parar o programa nuclear da Coreia do Norte, diz embaixador na ONU

    © AP Photo / Wong Maye-E, File
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Tensão sem precedentes entre Coreia do Norte e EUA (186)
    15171

    A Coreia do Norte não vai desistir do seu programa nuclear, mesmo diante das “injustas” condições impostas pelos Estados Unidos na sua oferta para negociar com Pyongyang, informou um embaixador do país asiático nesta quarta-feira.

    Em um raro comunicado prestado ao Conselho de Segurança da ONU, o embaixador Kim In-ryong afirmou que seria um “erro de cálculo fatal” dos demais países acreditarem que o regime norte-coreano iria congelar o seu programa em razão de sanções.

    “Essa nefasta e indiscreta medida iria em um sentido oposto ao que eles querem”, argumentou o embaixador, durante um debate de não-proliferação liderado pela Bolívia.

    “Os EUA continuaram a falar sobre ‘diálogo’ mesmo neste momento quando as sanções foram adotadas. Mas não faz sentido professar sobre o diálogo com condições prévias injustas e aplicando a pressão máxima”, continuou Kim.

    A Casa Branca já divulgou que tem o interesse em negociar com a Coreia do Norte, desde que o país asiático aceite pôr um freio em seu programa nuclear e em seus testes balísticos, o que o regime de Kim Jong-un não aceita.

    Neste mês, 14 norte-coreanos e quatro entidades entraram na lista de sanções da ONU, aumentando as restrições comerciais e econômicas contra Pyongyang.

    “O que o povo coreano chegou à conclusão é que a única saída para a defesa de seus direitos vitais e soberania é reagir com armas nucleares em espécie. Não importa o que os outros digam, quaisquer que sejam as sanções, a pressão e o ataque militar que pode se seguir: não nos desviaremos do caminho para construir forças nucleares que foram escolhidas para defender a soberania do país e os direitos à existência nacional”, concluiu.

    Tema:
    Tensão sem precedentes entre Coreia do Norte e EUA (186)

    Mais:

    Moscou elabora roteiro para atingir paz na Coreia do Norte
    Japão toma medidas para conter comércio com Coreia do Norte
    Coreia do Norte liga Trump a Hitler e diz que o seu governo é o 'Nazismo do Século 21'
    Tags:
    guerra nuclear, diplomacia, programa nuclear, ameaça nuclear, ONU, Conselho de Segurança da ONU, Kim Jong-un, Kim In Ryong, Estados Unidos, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar