13:56 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Tropas governamentais filipinas rumo à cidade de Marawi, 24 de maio de 2017

    Daesh destrói e queima igreja católica nas Filipinas (VÍDEO)

    © REUTERS / Romeo Ranoco
    Ásia e Oceania
    URL curta
    914

    Violentos conflitos entre jihadistas e as tropas do governo tomaram o sul das Filipinas desde os fins do mês de maio.

    A organização terrorista Daesh publicou um vídeo, reproduzido pelas redes sociais, no qual é possível ver os supostos membros da organização destruindo uma igreja católica na cidade de Marawi, que se transformou em palco de combates entre as forças do governo filipino e os jihadistas.

    O vídeo do ato, considerado um sacrilégio, mostra como os terroristas destroem as santas e as relíquias do templo, antes de provocar um incêndio no local.

    Desde o último dia 23 de maio, combates brutais entre as forças governamentais e os militantes da organização terrorista Maute, filial do Daesh, sacodem o sul do país.

    O conflito afetou principalmente a cidade de Marawi e afeta a região Mindanao como um todo, que compreende a segunda maior ilha do país. O número oficial de mortos na operação militar para recuperar Marawi subiu para 175.

    O presidente, Rodrigo Duterte, declarou lei marcial na região de Mindanao.

    Mais:

    Filipinas: 34 mortos após atirador invadir cassino; autoridades descartam terrorismo
    Explosões e tiros deixam vários feridos em hotel de luxo nas Filipinas (FOTOS, VÍDEOS)
    Duterte decreta Lei Marcial nas Filipinas. O que há por trás disso?
    Tags:
    intolerância religiosa, terrorismo, vídeo, Maute, Daesh, Mindanao, Marawi, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar