15:42 11 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    303
    Nos siga no

    Trinta e quatro corpos foram encontrados nesta sexta-feira (2) em um cassino de Manila, capital das Filipinas, após um atirador invadir o local e começar um incêndio no prédio, afirmaram as autoridades locais. Outras 54 pessoas estão feridas.

    Apesar do Daesh ter reivindicado a autoria do ataque, as autoridades locais estão tratando o caso como uma tentativa de assalto. A polícia disse que o homem armado ainda não foi identificado e se matou depois de disparar contra oficiais armados que o procuravam.

    "Estamos analisando o caso como um roubo porque ele não machucou as pessoas e foi direto para a sala de fichas do cassino. Ele estacionou no segundo andar e entrou atirando nas telas de TV, despejou gasolina em uma mesa e colocou fogo nela", afirmou o chefe de polícia Ronald De La Rosa.

    Muitas das vítimas morreram sufocadas no incêndio enquanto tentavam fugir do cassino, afirmou o canal de televisão ANC.

    Mais:

    Explosões e tiros deixam vários feridos em hotel de luxo nas Filipinas (FOTOS, VÍDEOS)
    Duterte decreta Lei Marcial nas Filipinas. O que há por trás disso?
    Trump elogiou o presidente das Filipinas e seus questionáveis métodos de combate às drogas
    Kremlin comenta possível aliança militar entre Rússia, China e Filipinas
    Presidente das Filipinas não permitirá que Daesh penetre no país
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar