20:13 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante uma reunião com o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, à margem da cúpula da APEC em Lima.

    'Brigado' com os EUA e China, presidente filipino chega a Moscou para visita oficial

    © Foto: Michael Klimentyev/Sputnik
    Ásia e Oceania
    URL curta
    111111150

    O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, chegou a Moscou nesta segunda-feira para visita oficial. O vice-ministro russo de Relações Exteriores, Igor Morgulov, se encontrou com a delegação filipina no aeroporto Vnukovo-2, informou um correspondente da Sputnik.

    A visita vai durar até sexta-feira e, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores filipino, o objetivo é "fortalecer as relações entre Manila e Moscou".

    Na agenda do filipino está uma reunião com o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, e com o presidente Vladimir Putin. Espera-se que os políticos discutam questões relativas à cooperação nas esferas política, militar e econômica.

    Além de se reunir com a liderança russa, o presidente das Filipinas vai discursar no Instituto Estadual de Relações Internacionais de Moscou na quarta-feira e participará do Fórum de Negócios Filipinas-Rússia na cidade de São Petersburgo na sexta.

    Embora tenha feito esforços para se distanciar de Washington desde que foi eleito, o presidente tem travado em um duelo verbal contra a China, cobrando frequentemente uma solução para a área disputada no Mar da China Oriental. Mais cedo, o presidente declarou que vai tentar convencer Putin a fornecer armas às Filipinas" "sobretudo mísseis terrestres de alta precisão". No entanto, Duterte declarou que o armamento será usado para "combater os grupos armados que semeiam o caos" no seu país. 

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Mais:

    A aproximação das Filipinas e China é possível?
    'Não posso mentir': Presidente das Filipinas confirma ter matado 'cerca de três' pessoas
    Putin discute relações bilaterais com presidente das Filipinas
    Seguindo exemplo da Rússia, Filipinas podem abandonar Tribunal Penal Internacional
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores das Filipinas, Rodrigo Duterte, Dmitry Medvedev, Vladimir Putin, Mar da China Oriental, Filipinas, China, Moscou, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik