10:50 25 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    926
    Nos siga no

    Um departamento especial da inteligência norte-coreana se dedica a organizar ciberataques por todo o mundo, assegura a agência Reuters com referência a vários especialistas.

    "O departamento 180 [da inteligência da Coreia do Norte está envolvido nos ataques de hackers contra instituições financeiras, eles hackeiam as contas dos bancos e retiram dinheiro", informa a Reuters, citando o ex-professor de informática norte-coreano Kim Heung-Kwang, que atualmente se encontra no país vizinho.

    De acordo com ele, vários dos seus antigos estudantes estão agora trabalhando nas fileiras do "ciberexército" norte-coreano. Ele também acrescentou que os hackers da Coreia do Norte saem frequentemente do país para efetuar os ataques de forma a "não deixar vestígios".

    Segundo informa a agência, esta ideia é compartilhada pelo vice-chanceler sul-coreano Ahn Chong-ghee.

    "A Coreia do Norte está efetuando ataques informáticos através de países terceiros para esconder a origem dos ataques, bem como utilizando as infraestruturas deles em tecnologias de informação e telecomunicações", afirmou o diplomata. Ele também acrescentou que a Coreia do Sul tem razões consistentes para acreditar que é Pyongyang quem está por detrás dos hackeamentos dos bancos paquistaneses, filipinos, vietnamitas e poloneses.

    Um ex-funcionário da polícia sul-coreana destaca que muitas vezes a Coreia do Norte utiliza empresas malaias com o fim de realizar os ataques.

    "Eles trabalham abertamente na área comercial e em empresas de tecnologias informáticas. Alguns deles gerenciam sites ou vendem programas de jogos", comunicou ele à agência britânica.

    Anteriormente, foi comunicado que um grupo de hackers relacionado com a Coreia do Norte pode estar por detrás do ataque do programa malicioso de chantagem que contaminou centenas de milhares de computadores por todo o mundo. O ataque cibernético de larga escala começou na sexta-feira passada, 12 de maio. Já depois, foi revelado que os hackers se aproveitaram de um programa danoso da Agência de Segurança Nacional americana.

    Mais:

    Coreia do Norte moderniza seu cosmódromo, informa mídia
    China e EUA ampliam o diálogo sobre Coreia do Norte
    Coreia do Norte ameaça aumentar esforço nuclear se EUA mantiver pressões
    Tags:
    cibersegurança, ataque cibernético, hacker, Agência de Segurança Nacional, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar