03:17 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    USS Ronald Reagan, porta-aviões norte-americano

    Opinião: Coreia do Norte não é principal objetivo do porta-aviões USS Ronald Reagan

    © REUTERS/ Kyodo
    Ásia e Oceania
    URL curta
    15214

    Anteriormente a mídia noticiou que os EUA haviam enviado o porta-aviões USS Ronald Reagan para a zona da península Coreana. O especialista em situações de crise Lev Korolkov falou ao serviço russo da Rádio Sputnik sobre os possíveis objetivos do deslocamento do navio.

    Segundo o especialista, veterano de Serviço de Informação, com este deslocamento os EUA visam alcançar vários objetivos ao mesmo tempo.

    "Antes de tudo, é uma demonstração de força e um ato de pressão sobre a China e a Rússia — principais centros de força nesta região. O segundo objetivo é apoiar os seus aliados, isto é, o Japão e a Coreia do Sul. Já o último objetivo é conter a Coreia do Norte, pois todos compreendem que Pyongyang, apesar de todas as declarações de seu líder Kim Jong-un, jamais atacará primeiro. Mas os EUA precisam de exercer pressão para que a Coreia do Norte pare de desenvolver armas nucleares, uma vez que avançou na produção de mísseis, especialmente no que diz respeito ao seu alcance. Mas não haverá conflitos armados — nenhuma das partes está pronta para isso", opinou Lev Korolkov em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.

    A Marinha dos EUA enviou seu porta-aviões Ronald Reagan para a península Coreana, informou a CNN citando fontes do Pentágono. De acordo com os dados, o USS Ronald Reagan realizará exercícios militares conjuntos com outro porta-aviões norte-americano, o USS Carl Vinson.

    Em abril, um grupo naval dos EUA encabeçado pelo porta-aviões nuclear USS Carl Vinson chegou à península Coreana. Durante seu percurso no mar do Japão, o porta-aviões participou de treinamentos conjuntos com as forças de autodefesa aérea do Japão e, depois, com a Marinha da Coreia do Sul. Foi também informado que o grupo naval permanecerá nas águas da península Coreana por tempo indefinido para participar de operações conjuntas com a Coreia do Sul. 

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Mais:

    Washington e Seul treinam ataque mortífero à infraestrutura nuclear da Coreia do Norte
    EUA obtêm dados secretos para ataque preventivo à Coreia do Norte
    Tags:
    grupo naval, deslocamento, USS Ronald Reagan, USS Carl Vinson, Marinha dos EUA, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik