10:40 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente russo Vladimir Putin e o presidente da China Xi Jinping durante as negociações russo-chinesas no âmbito do fórum internacional Um Cinturão e uma Rota.

    Putin: Rússia participará ativamente da iniciativa de Pequim

    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5100
    Nos siga no

    O presidente russo Vladimir Putin disse na segunda-feira (15), em visita à China, que Moscou apoia a iniciativa “Um Cinturão e uma Rota” de Pequim e está pronta para participar ativamente da implementação deste projeto global.

    "Todos os projetos propostos correspondem às tendências do desenvolvimento moderno, são extremamente necessários e têm grande demanda. Por isso é que a Rússia não só apoia o projeto "Um Cinturão e uma Rota", mas participará ativamente de sua implementação juntamente com os parceiros chineses e, claro, com todos os outros países interessados também", explicou o presidente russo.

    De acordo com Putin, a criação do cinturão de desenvolvimento econômico, comércio mutualmente vantajoso para Ásia e Europa, é uma iniciativa importante que leva em consideração as tendências da atualidade da economia global, refletindo a necessidade comum de coordenação de vários processos de integração no continente eurasiático e em outras regiões do mundo.

    "É importante que todas as estruturas de integração — tanto as já existentes na Eurásia como as recém-formadas — se baseiem em regras universais e mundialmente reconhecidas, tomem em conta as peculiaridades dos modelos nacionais de desenvolvimento dos países-membros, ajam de modo aberto e claro", acrescentou Putin.

    O presidente russo Vladimir Putin chegou a Pequim para participar do fórum internacional "Um Cinturão e uma Rota", que se centra no projeto da China para o desenvolvimento e estreitamento de laços entre os países euroasiáticos.

    Em 2013, Pequim lançou a iniciativa "Um Cinturão e uma Rota" que tem por objetivo reforçar os laços entre os países da Europa e da Ásia e desenvolver a infraestrutura ao longo do continente. A iniciativa está focada principalmente na Rota da Seda Marítima e no Cinturão Econômico da Rota da Seda.

    Mais:

    Putin: 'Mundo deve renunciar ao uso de retórica bélica para resolver problemas'
    Rota da seda: este, sim, é um negócio da China
    Tags:
    cooperação internacional, economia mundial, fórum, Xi Jinping, Vladimir Putin, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar