07:42 21 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Militares norte-coreanas durante parada em 2013 em Pyongyang

    Kim Jong-un ordena a tropas que estejam prontas para 'quebrar espinha dorsal do inimigo'

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    28308

    O líder norte-coreano, Kim Jong-un, realizou uma inspeção nas subdivisões de artilharia do Exército Popular da Coreia nas ilhas do mar Amarelo, perto da fronteira disputada com a Coreia do Sul.

    "Depois de ter recebido o relatório sobre a deslocação das forças fantoches inimigas sul-coreanas para sudeste e sobre a situação na ilha de Yeonpyeong, que recebeu reforços, Kim Jong-un tomou conhecimento e inspecionou o plano de ataque da artilharia contra as novas guarnições nas estruturas inimigas", destaca a Agência Central de Notícias da Coreia (ACNC, ou KCNA, na siglas em inglês).

    "Ele (Kim Jong-un) declarou que as subdivisões de artilharia de elite do Exército Popular da Coreia, que estão protegendo a parte sudeste da frente, devem manter elevada prontidão de combate para poder quebrar a espinha dorsal do inimigo à primeira ordem", acrescenta a agência.

    Em novembro de 2010, perto da disputada linha marítima, ocorreu um conflito armado, o maior do último meio século na região.

    De acordo com Seul, a ilha de Yeonpyeong, situada perto da fronteira, foi bombardeada pela Coreia do Norte e a Coreia do Sul abriu fogo de resposta. O incidente terminou com dois mortos e 17 feridos sul-coreanos.

    As duas Coreias disputam uma área do mar Amarelo que não foi demarcada em o cessar-fogo acordado após a guerra entre 1950 e 1953.

    Posteriormente, os EUA, que combateram do lado da Coreia do Sul, traçaram de forma unilateral uma linha divisória que não é reconhecida pela Coreia do Norte. A Coreia do Norte se orienta pela sua própria demarcação, não aceita por Seul.

    Mais:

    Coreia do Norte promete destruir em 'pedaços de metal fundido' submarino norte-americano
    Irã e Coreia do Norte podem realizar ataque de pulso eletromagnético contra os EUA
    Crise na relação: Coreia do Norte ameaça a China por críticas 'imprudentes'
    Pentágono: THAAD na Coreia do Sul está pronto para interceptar mísseis norte-coreanos
    Tags:
    segurança nacional, ataque preventivo, ACNC, Kim Jong-un, Yeonpyeong, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik