03:27 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1671
    Nos siga no

    Assessor do presidente norte-americano para a Segurança Nacional Herbert McMaster assegurou ao seu homólogo sul-coreano Kim Kwan-jin que Washington pagará a instalação do sistema antimíssil THAAD na Coreia do Sul, informou a agência Yonhap citando a administração do presidente sul-coreano.

    Na quinta-feira (27), o presidente norte-americano Donald Trump afirmou que a Coreia do Sul deve pagar um bilhão de dólares pelo THAAD. O Ministério das Relações Exteriores sul-coreano reagiu dizendo que Seul não recebeu pedidos oficiais de Washington para pagar pela instalação do sistema. Segundo o acordo atingido antes, a Coreia do Sul disponibilizaria apenas o terreno e infraestruturas, enquanto as despesas com o próprio sistema e sua manutenção seriam cobertas pelos EUA.

    Herbert McMaster explicou que "a afirmação recente do presidente Trump foi pronunciada no contexto geral condicionado pelas expetativas da população norte-americana sobre a divisão das despesas de defesa com os aliados", cita-o a agência.

    A conversa telefônica entre os assessores se realizou por iniciativa da parte norte-americana e durou 35 minutos.

    Na quarta-feira (26), Os Estados Unidos começaram a posicionar radares e outros equipamentos no local onde o sistema será instalado no condado de Seongju.

    Embora a instalação desses mísseis tenha o objetivo declarado de proteger a Coreia do Sul contra possíveis ataques de Pyongyang, outros países, principalmente a China, veem a medida como uma tentativa de Washington marcar uma presença ainda mais efetiva na região e, ao mesmo tempo, aumentando ainda mais a tensão na península coreana.

    Mais:

    Vai ter guerra? EUA e Coreia do Norte não querem ceder posições
    Candidata sul-coreana: instalação antecipada do THAAD desrespeita soberania dos aliados
    Coreia do Sul não quer pagar o THAAD
    Instalação do THAAD enfurece sul-coreanos
    Tags:
    THAAD, Herbert McMaster, Donald Trump, Coreia do Sul, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar