14:43 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

    Embaixador da Coreia do Norte na ONU chama esforços dos EUA de sonho absurdo

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    34242

    O embaixador da Coreia do Norte na ONU disse que uma solução para o impasse criado pelo programa nuclear de seu país será possível quando os Estados Unidos abandonarem sua “política hostil” em relação ao estado asiático.

    Kim In Ryong disse para a Associated Press nesta sexta-feira, dia 28, que seu governo não irá participar de “qualquer tipo de discussão que envolva abandonar seu programa nuclear”.

    Ele também rejeitou a reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a tensão na península da Coreia, classificada pelo diplomata como “outro abuso” de autoridade dos Estados Unidos — um dos países que detêm poder de veto no organismo.

    “É um sonho absurdo os Estados Unidos pensarem que podem privar a Coreia do Norte de seu poder de dissuasão nuclear por meio de ameaça militar e sanções”, afirmou Kim.

    Aliada de Pyongyang, a China tem procurado participar das negociações. O ministro de Relações Exteriores do país, Wang Yi, disse que o “o uso da força apenas levará a maiores desastres”.

    Mais:

    Coreia do Norte está 'no estágio final' do seu programa nuclear, diz Seul
    Rússia: opções militares para a Coréia do Norte são 'inaceitáveis'
    Rex Tillerson: EUA estão prontos para negociações diretas com Coreia do Norte
    Passados 40 anos, Coreia do Norte está pronta para pagar dívida à Finlândia
    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, ONU, Kim In Ryong, Wang Yi
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar