08:36 20 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    202310
    Nos siga no

    A Coreia do Norte ameaçou atacar a Austrália com armas nucleares se Camberra continuar seguindo os passos de Washington, em confronto com Pyongyang.

    Na última terça-feira, a chanceler australiana, Julie Bishop, afirmou que os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte representavam uma grande ameaça para a segurança do seu país, uma vez que se Pyongyang tivesse mísseis capazes de atingir os Estados Unidos, esses também poderiam atingir o território australiano. 

    "O presente governo da Austrália está seguindo cegamente e zelosamente a linha dos EUA. Se a Austrália persistir em seguir os movimentos americanos para isolar e sufocar a Coreia do Norte, esse será um ato suicida, o de chegar dentro do alcance de um ataque nuclear das forças estratégicas da Coreia do Norte", afirmou neste domingo uma fonte do Ministério das Relações Exteriores norte-coreano citada pela mídia australiana

    Bishop, que, segundo o porta-voz norte-coreano, deveria pensar duas vezes antes de se pronunciar, respondeu rapidamente a esse comentário, dizendo que a declaração de Pyongyang era uma prova da "necessidade de o regime abandonar seus programas ilegais de armas nucleares e mísseis balísticos".

    Mais:

    Assim decorrem as festividades populares na Coreia do Norte!
    Mídia: Coreia do Norte ameaça responder aos EUA com a 'grande guerra pela reunificação'
    Como funciona a Bomba H, a arma que a Coreia do Norte diz ter no arsenal (VÍDEOS)
    Tags:
    ataque nuclear, mísseis balísticos, Julie Bishop, Camberra, Pyongyang, Coreia do Norte, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar