14:43 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov com seu homólogo chinês Wang Yi

    China está disposta a se juntar à Rússia para resolver conflitos internacionais

    © AFP 2017/ POOL / Kenzaburo Fukuhara
    Ásia e Oceania
    URL curta
    323273301

    A China, junto com a Rússia, está pronta a levar a estabilidade política às "zonas de conflito", incluindo a Síria e a Coreia do Norte, declarou o chefe da Chancelaria chinesa, Wang Yi.

    "Já ontem a parte chinesa cooperou com a Rússia no âmbito da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ). Votamos a favor do nosso projeto. Acreditamos que nossa posição e atitudes são bastante lógicas e argumentadas. Ao mesmo tempo, tomamos em atenção que, no Conselho da Segurança da ONU, quando discutimos os lançamentos de mísseis norte-coreanos, nós também defendemos conjuntamente a resolução pacífica através do diálogo", declarou o ministro durante o encontro com seu homólogo russo, Sergei Lavrov.

    "Temos seguido esse rumo firme, apesar da situação internacional complicada. Junto com nossos parceiros russos, estamos dispostos a fortalecer a interação estratégica, envidar esforços para estabelecer a estabilidade internacional, resolver os conflitos através de meios políticos", afirmou.

    Mais:

    China estará disposta a defender Coreia do Norte?
    Países asiáticos não gostariam de escolher entre China e EUA
    Opinião: Treinamentos na Ásia-Pacífico agravarão relações entre Coreia do Sul e China
    EUA vencem ao receber apoio da China na ONU
    Tags:
    estabilidade política, conflito armado, resolução pacífica, combates, cooperação bilateral, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Ministério das Relações Exteriores da China, OPAQ, ONU, Wang Yi, Sergei Lavrov, Coreia do Norte, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik