06:07 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Oficial japonês cumprimenta soldados das Forças de Autodefesa do Japão

    Japão pode acionar tropas em caso de queda de míssil norte-coreano em águas japonesas

    © AFP 2018 / TORU YAMANAKA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1887

    O governo do Japão está considerando pela primeira vez a possibilidade de acionar suas Forças de Autodefesa no caso de um míssil da Coreia do Norte atingir águas territoriais japonesas, conforme relatou a mídia local na manhã desta terça-feira.

    Leis adotadas no final de março por Tóquio dividiram as ameaças ao Japão em três categorias: possibilidade de agressão militar, ameaça óbvia de agressão militar e agressão militar. O governo agora pretende reconhecer a queda de um míssil estrangeiro em suas águas territoriais como "ameaça óbvia de agressão militar", o que permitiria uma resposta militar direta das Forças de Autodefesa, segundo informou o jornal Yomiuri Shimbun

    Nos últimos dias, aumentaram as tensões entre Pyongyang e Washington, causando grande preocupação para Coreia do Sul e Japão, países que, aliados dos EUA, poderiam ser facilmente atingidos por projéteis norte-coreanos em caso de conflito. Nesta segunda-feira, respondendo a ameaças americanas, a diplomacia da Coreia do Norte anunciou que pretende continuar realizando testes com seus mísseis balísticos, com uma frequência ainda maior.

    Mais:

    Trump espera que tensão com Coreia do Norte termine pacificamente
    Departamento de Estado: 'Trump não vai mais tolerar ameaças da Coreia do Norte a aliados'
    Rússia alerta para 'caminho perigoso' se EUA atacarem a Coreia do Norte
    Firmeza dos EUA quanto à Coreia do Norte 'é blefe'
    Opinião: míssil balístico da Coreia do Norte será capaz de atingir EUA em breve
    Tags:
    míssil, ataque, guerra, Yomiuri Shimbun, Forças de Autodefesa do Japão, Pyongyang, Tóquio, Coreia do Norte, EUA, Japão, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik