05:07 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017

    Confira como foi a inédita parada militar de homenagem a Kim Il-sung

    © REUTERS/ Damir Sagolj
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1649110

    Durante a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, fundador do Estado norte-coreano e avô do atual líder da RPDC, Kim Jong-un, foram demonstrados vários novos tipos de equipamentos militares, comunicou o correspondente da Sputnik.

    Hoje (15), a parada militar foi recebida pessoalmente por Kim Jong-un na praça central de Pyongyang.

    Em frente da tribuna, na qual estava sentado o líder norte-coreano, desfilaram contingentes de tropas terrestres, forças especiais, Marinha e das milícias operárias e camponesas, inclusive os batalhões femininos.

    Além disso, durante o evento a Coreia do Norte pode ter apresentado lançadores múltiplos de foguetes, mísseis de médio e longo alcance terra-terra, mísseis balísticos intercontinentais e mísseis balísticos para submarinos.

    Os modelos de equipamento militar passaram em frente da tribuna, onde estavam presentes todos os altos funcionários do Estado e cerca de 200 jornalistas estrangeiros convidados para cobrir o evento, porém, devido às peculiaridades das armas norte-coreanas, é difícil determinar a classificação dos mísseis apresentados apenas pelo seu aspeto visual.

    • Kim Jong-un acena com a mão em um gesto de saudação durante a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      Kim Jong-un acena com a mão em um gesto de saudação durante a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      © AP Photo/ Wong Maye-E
    • Batalhões femininos desfilam e gritam lemas durante a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      Batalhões femininos desfilam e gritam lemas durante a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      © REUTERS/ Damir Sagolj
    • Pessoas carregam bandeiras em frente dos monumentos de Kim Il-sung e Kim Jong-il durante a parada militar comemorativa dem 15 de abril de 2017
      Pessoas carregam bandeiras em frente dos monumentos de Kim Il-sung e Kim Jong-il durante a parada militar comemorativa dem 15 de abril de 2017
      © REUTERS/ Damir Sagolj
    • Cidadãos norte-coreanos cumprimentam Kim Jong-un durante a a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      Cidadãos norte-coreanos cumprimentam Kim Jong-un durante a a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      © REUTERS/ Damir Sagolj
    • Mísseis passam em frente da tribuna no decorrer da parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      Mísseis passam em frente da tribuna no decorrer da parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017
      © AP Photo/ Wong Maye-E
    1 / 5
    © AP Photo/ Wong Maye-E
    Kim Jong-un acena com a mão em um gesto de saudação durante a parada militar comemorativa do 105º aniversário de Kim Il-sung, em 15 de abril de 2017

    Ao mesmo tempo, alguns representantes da chancelaria norte-coreana, que acompanham os jornalistas estrangeiros em Pyongyang, asseguraram que a RPDC, com efeito, tinha apresentado mísseis balísticos intercontinentais e mísseis para submarinos, mas é pouco provável que isto se possa considerar como uma informação oficial.

    A parte militar da parada terminou com o sobrevoo de aviões que formaram o número 105 no céu, em homenagem ao Dia do Sol, feriado nacional e aniversário de Kim Il-sung.

    Após a passagem dos equipamentos militares e do exército, vários milhares de pessoas desfilaram na praça cumprimentando Kim Jong-un, sendo que entre elas estavam estudantes, médicos, esportistas e funcionários públicos. O próprio Kim Jong-un, após o termino da parte solene, acenou com a mão em um gesto de saudação.

    Na semana passada, o presidente dos EUA Donald Trump chamou a Coreia do Norte de ameaça e prometeu "cuidar" dela, mas não esclareceu quais são as hipóteses que ele está considerando. Ao mesmo tempo, Washington enviou um grupo naval de ataque à península coreana encabeçada pelo porta-aviões Carl Vinson.

    Mais:

    Mídia: EUA tinham ponderado reconhecimento da Coreia do Norte como potência nuclear
    Coreia do Norte: 'responderemos um ataque nuclear com outro'
    Ex-Secretário de Defesa: ataque preventivo à Coreia do Norte resultará em guerra atômica
    Tags:
    mísseis intercontinentais, parada militar, feriado, Kim Il-sung, Kim Jong-un, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik