15:34 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2110
    Nos siga no

    As autoridades da Nova Zelândia expulsaram do país um diplomata norte-americano que fraturou o nariz e sofreu uma equimose na face depois de um misterioso “incidente criminoso”, informa o jornal britânico The Guardian.

    De manhã de 12 de março, a polícia foi chamada ao subúrbio de Wellington onde fica a embaixada dos EUA. Não foi informado o que tinha acontecido, mas a mídia soube que o diplomata, supostamente o adido técnico Colin White, tinha estado envolvido em "um incidente criminoso". 

    Os funcionários das embaixadas têm imunidade diplomática e, por isso, ninguém foi detido. Entretanto, como se trata de um crime grave, o Ministério das Relações Exteriores neozelandês pediu à embaixada norte-americana para privar White da imunidade, mas o pedido foi recusado. Então, o ministério pediu ao diplomata para abandonar o país.

    Mais:

    Parlamento Europeu priva Marine Le Pen de imunidade diplomática
    Funcionários de bases americanas no Japão devem perder parte de sua imunidade legal
    Tags:
    imunidade, EUA, Nova Zelândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar