10:28 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento do míssil balístico Pukguksong-2 pela Coreia do Norte

    Especialista: Coreia do Sul precisa de armas nucleares para conter Coreia do Norte

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1115
    Nos siga no

    Enquanto a Coreia do Norte se nega a normalizar relações com EUA e Japão e continua aumentando seu potencial de mísseis nucleares, a Coreia do Sul, provavelmente, precisa criar suas próprias armas nucleares caso queira atingir desarmamento nuclear da Coreia do Norte.

    O diretor do Centro de Pesquisas de Unificação e Estudos Estratégicos do Instituto de Sejong, Cheong Seong-Chang, especialista em relações intercoreanas, comentou a situação em entrevista à Sputnik Coreia no dia 15 de março:

    "O problema das armas nucleares na Coreia do Sul é complexo. É necessário examiná-lo não somente do ponto de vista da segurança, mas do ponto de vista da economia, diplomacia e do diálogo intercoreano, sendo de grande importância convencer EUA e China sobre a questão."

    Segundo o especialista, "é vital examinar profundamente a questão de criação de armas nucleares pela Coreia do Sul, que poderia se tornar a base para segurança nacional, criando um contrapeso ao desenvolvimento de armas nucleares da Coreia do Norte".

    "No âmbito de resistência da China e EUA, armas nucleares da Coreia do Sul são um meio de ampliar a liberdade da diplomacia, aumentar eficiência da defesa baseada no armamento comum e diminuir significativamente despesas com segurança."

    Ao mesmo tempo, o especialista opina que "a criação de armas nucleares possa obrigar a Coreia do Norte, que considera que vale a pena negociar questões de defesa somente com os EUA, a sentar a mesa de negociações para discutir as mesmas questões com a Coreia do Sul".

    Além disso, Cheong Seong-Chang sugeriu: "O problema do programa nuclear da Coreia do Norte tem se tornado, devido à piora das relações entre Norte e Sul, não só coreano, mas internacional. Para que esse assunto novamente se torne um problema dos países da península coreana, é importante normalizar as relações entre Norte e Sul. Por isso, o novo governo deve tomar medidas para que os contatos entre os países, em todos os níveis de poder, incluindo o mais alto nível, tornem-se regulares".

    "Novo governo necessitará resolver todos os problemas acumulados da cooperação intercoreana através do desenvolvimento dos laços entre Norte e Sul: o problema das famílias separadas, renovar funcionamento da Região Industrial de Kaesong e, em seguida, desenvolvê-lo, renovar projetos conjuntos na área de turismo, projeto de criação de ferrovia ultrarrápida e autoestrada Coreia do Sul-Coreia do Norte-China", concluiu.

    Mais:

    EUA, Japão e Coreia do Sul iniciam exercícios para detectar mísseis norte-coreanos
    Coreia do Norte pede que ONU realize conferência jurídica sobre sanções contra Pyongyang
    'Coreia do Norte continuará teste nuclear se EUA persistirem em exercícios na fronteira'
    EUA deslocam esquadrão de drones de combate para a Coreia do Sul
    Tags:
    cooperação bilateral, laços, segurança internacional, defesa, ameaça, desarmamento, armas nucleares, programa nuclear, relações bilaterais, Península Coreana, Japão, EUA, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar