01:40 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Exercícios Foal Eagle com militares de EUA e Coreia do Sul.

    SEALs da Marinha dos EUA se juntam a exercícios da Coreia do Sul

    © AP Photo / Lee Jin-man
    Ásia e Oceania
    URL curta
    331239

    A unidade SEALs (acrônimo das palavras mar (sea), ar (air) e terra (land), onde este grupo é capaz de operar) participará dos exercícios militares na Coreia do Sul para treinar a resistência e neutralização de uma possível ameaça da Coreia do Norte.

    O SEAL Team Six (ou Grupo de Desenvolvimento de Guerra Naval Especial dos Estados Unidos), os Rangers (membros de elite do Exército dos EUA), a Delta Force (ou Força Delta, unidade de operações especiais e contra-terrorismo do Exército norte-americano) e as Forças Especiais do Exército dos Estados Unidos (Boinas Verdes) se juntaram aos exercícios anuais conjuntos dos EUA e da Coreia no Sul Foal Eagle e Key Resolve, relata a agência Yonhap na segunda-feira citando uma autoridade militar.

    "Um maior número e maior diversidade de forças de operações especiais dos EUA participará neste ano nos exercícios Foal Eagle e Key Resolve para praticar missões de infiltração na[a Coreia] do Norte, eliminação do comando militar [da Coreia] do Norte e destruição de suas principais estruturas militares", comunica a agência Yonhap.

    "As forças especiais dos EUA vão incluir a unidade que eliminou Osama bin Laden", assinalou o militar.

    Os exercícios Key Resolve começaram hoje (13) de manhã e vão durar até o dia de 24 de março. De acordo com a Coreia do Sul e os EUA, estes exercícios possuem uma natureza defensiva.

    Mais:

    Como impeachment na Coreia do Sul afetará os EUA?
    Corte Constitucional aprova impeachment da presidente da Coreia do Sul
    Coreia do Sul sobe nível de alerta de ataque cibernético
    Tags:
    tensões, exercícios militares, Foal Eagle, Key Resolve, Navy Seals, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik