00:02 10 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Hacker

    Coreia do Sul sobe nível de alerta de ataque cibernético

    © Foto / Pixabay
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    O Ministério da Ciência da Coreia do Sul elevou o nível de alerta de ataques cibernéticos na tentativa de fortalecer as defesas do país contra os ataques da Coreia do Norte, que deverão aumentar, informou a mídia local nesta quinta-feira.

    O Ministério da Ciência da Coreia do Sul levantou o alerta de ciberataques para o segundo nível mais alto em uma escala de cinco níveis, informou a agência de notícias Yonhap.

    De acordo com o ministério, os ataques cibernéticos em agências governamentais sul-coreanas aumentaram recentemente.

    No mês passado, várias embaixadas da Coreia do Sul foram atacadas, bem como o gigante de varejo Lotte Group e várias outras empresas, segundo a mídia, acrescentando que o ataque poderia ter sido preparado por Pequim como parte da campanha da China contra a decisão de Seul de implantar o sistema de defesa antimísseis THAAD.

    Em agosto de 2016, o comando da Coreia do Sul sofreu um ataque cibernético que afetou um total de 3.200 computadores, incluindo 700 ligados ao sistema de intranet militar. O Ministério da Defesa da Coreia do Sul suspeita que Pyongyang tenha conduzido o ataque.

    Em dezembro, a agência sul-coreana de Internet e Segurança (KISA) alertou sobre o possível aumento de ciberataques nas instituições estatais e instalações de infra-estrutura em 2017, em meio à instabilidade política no país causada pelo escândalo em torno do presidente Park Geun-hye.

    Mais:

    Agência de Defesa de Mísseis dos EUA eleva contrato do sistema THAAD para US$ 1,3 bi
    Opinião: THAAD na Coreia do Sul aproxima guerra nuclear
    Opinião: Pressão do navio Zumwalt dos EUA sobre China supera drasticamente a do THAAD
    Tags:
    Ministério da Defesa da Coreia do Sul, KISA, Grupo Lotte, Yonhap, Ministério da Ciência da Coreia do Sul, Park Geun-hye, Pequim, Pyongyang, Seul, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar