15:09 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento de mísseis na Coreia do Norte

    Pyongyang confirma: objetivo do lançamento foram bases americanas no Japão

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    484
    Nos siga no

    A Coreia do Norte declarou que os lançamentos realizados na véspera (6) foram destinados a verificar a prontidão para uma reação rápida em caso de ameaça por parte dos vizinhos.

    As autoridades norte-coreanas confirmaram que o lançamento de vários mísseis foi uma parte do treinamento que teve como objetivo as bases dos EUA no Japão, informa a Agência Central de Notícias da Coreia (ACNC ou KCNA, na sigla em inglês).

    Enquanto todo mundo fala da ameaça crescente por parte de Pyongyang, alguns altos funcionários sul-coreanos apresentam outras opiniões em relação ao lançamento de mísseis. Assim, Hwang Kyo-ahn, presidente interino da Coreia do Sul, disse que provavelmente Pyongyang tentou desviar a atenção da comunidade internacional do assassinato de Kim Jong-nam.

    "Provavelmente (o Norte) quis livrar-se da situação desagradável ligada ao assassino de Kim Jong-nam e ver qual seria a reação da administração Trump em relação à Coreia do Norte e à aliança de Seul e Washington", disse Hwang Kyo-ahn, sublinhando que as ambições nucleares de Pyongyang, independentemente dos seus motivos, devem ser reprimidas.

    Nesta segunda-feira (6) a Coreia do Norte lançou vários mísseis em direção ao mar do Japão. O Ministério da Segurança Nacional da Coreia do Sul disse que o Exército norte-coreano disparou quatro mísseis em direção a leste, três dos quais caíram nas águas da "zona económica exclusiva" do Japão.

    De acordo com dados do Ministério da Defesa do Japão, os mísseis caíram a uma distância de 300-350 quilômetros a leste da península de Oga, na província japonesa de Akita. Não foram registrados danos materiais.

    Mais:

    Não há escapatória: Malásia cerca embaixada da Coreia do Norte
    'EUA prontos para usar todas as capacidades militares para dissuadir a Coreia do Norte'
    Com ajuda dos EUA, Coreia do Sul planeja concluir sistema anti-míssil em dois meses
    Tags:
    mísseis balísticos, lançamento, Kim Jong-nam, EUA, Japão, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar