01:10 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    104
    Nos siga no

    Três membros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) foram mortos pelas forças turcas como parte de uma operação especial no sudeste do país, informou terça-feira o gabinete do governador da província de Mardin.

    De acordo com a declaração, citada pela Agência Anadolu, os militantes foram mortos durante os confrontos no distrito de Nusaybin. Diversos explosivos e documentos organizacionais foram apreendidos, disse o comunicado, acrescentando que outros explosivos plantados em uma estrada na província foram desmantelados.

    Na segunda-feira, uma operação envolvendo apoio aéreo teria sido lançada pelas autoridades turcas para caçar os militantes do PKK suspeitos de estarem por trás da explosão de uma bomba que destruiu um trem de carga na província de Diyarbakir, no sudeste da Turquia.

    No início do mês, as Forças Aéreas turcas mataram 27 militantes do PKK em uma operação no norte do Iraque.

    O PKK é proibido na Turquia e considerado uma organização terrorista. As tensões entre Ancara e os curdos se agravaram em julho de 2015, quando um cessar-fogo entre a Turquia e o PKK entrou em colapso devido a uma série de ataques terroristas supostamente cometidos por membros do PKK.

    Os curdos vivem atualmente em partes da Turquia, Irã, Iraque e Síria. Na Turquia, os curdos representam a maior minoria étnica e estão se esforçando para criar seu próprio Estado independente.

    Mais:

    Moscou: alegações turcas sobre fornecimento de armas russas ao PKK são 'invenção'
    Líder do PKK ameaça vingança se Ancara seguir massacrando os curdos
    Tags:
    Força Aérea da Turquia, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Agência Anadolu, Curdistão, Ancara, Nusaybin, Diyarbakir, Turquia, Iraque, Síria, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar