15:46 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Guardas de fronteira da Rússia nas Ilhas Curilas

    Áreas em disputa: Japão protesta contra presença militar russa nas Curilas

    © Sputnik/ Yuriy Somov
    Ásia e Oceania
    URL curta
    212241125

    O Governo do Japão enviou a nota de protesto à Rússia após a declaração do ministro da Defesa russo Sergei Shoigu sobre a intenção de Moscou de deslocar uma divisão para as Curilas em 2017, comunicou o secretário-geral do governo japonês Yoshihide Suga.

    "A nota de protesto foi enviada através dos canais diplomáticos em 22 e 23 de fevereiro. Seria lamentável se as Forças Armadas da Rússia intensificassem a presença militar nos Territórios do Norte (o Japão chama assim as ilhas Curilas). Isso não está de acordo com a posição do nosso país", acrescentou Suga em coletiva de imprensa. 

    O ministro da Defesa russo declarou na quarta (22) perante o Parlamento que a entidade planeja deslocar três divisões para a fronteira ocidental e sudoeste. Em particular, ele acrescentou que está sendo realizado um trabalho ativo de defesa das Curilas e que se planeja o deslocamento duma divisão adicional para estas ilhas.

    ​Historicamente, as Ilhas Curilas têm sido alvo de disputa territorial entre a Rússia e o Japão. Os japoneses reivindicam as ilhas de Kunashir, Iturup, Shikotan e o grupo de ilhéus Habomai. A disputa territorial impediu a assinatura de um tratado de paz entre a Rússia e o Japão após a Segunda Guerra Mundial.

    Mais:

    Japão quer, finalmente, assinar acordo de paz com a Rússia
    Premiê japonês: atividade da Rússia e Japão nas Curilas vai contribuir para tratado de paz
    Tags:
    tropas, deslocamento, nota de protesto, tensão, relações, território, disputa, ilhas, Curilas, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik