08:15 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Cidade de Pyongyang

    Norte-coreanos apelam a Trump para tomar 'decisão corajosa'

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Ásia e Oceania
    URL curta
    782
    Nos siga no

    A Coreia do Norte apelou ao presidente dos EUA, Donald Trump, para tomar uma "decisão corajosa" e mudar a política da Administração norte-americana em relação a Pyongyang.

    A Administração atual dos EUA não deve copiar a fracassada política hostil em relação à Coreia do Norte, precisa, pelo contrário, de tomar uma decisão mais corajosa sobre a mudança desse rumo, diz um comentário publicado na segunda-feira (20) no jornal central norte-coreano Rodong Sinmun.

    O Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia apela a Trump para não repetir os erros do seu antecessor, Barack Obama, que, segundo escreve o jornal, sonhava com "mudanças" e o "desmoronamento" da Coreia do Norte.

    Segundo nota a agência da Coreia do Sul Yonhap, é a primeira vez que uma publicação no jornal norte-coreano refere Trump após sua posse em 20 de janeiro.

    A Coreia do Norte insiste há muito em normalizar as relações com os EUA e assinar um acordo de paz bilateral. No entanto, até hoje Washington tem recusado mesmo discutir essa possibilidade.

    Os EUA mantêm permanentemente mais de 28 mil militares no sul da Península Coreana e fornecem armamentos a Seul para esta se proteger da "ameaça do Norte". Por sua vez, a Coreia do Norte, considerando a ameaça proveniente dos Estados Unidos, intensifica o desenvolvimento dos seus programas de mísseis e armas nucleares, apesar das sanções do Conselho da Segurança da ONU.

    Mais:

    Reino Unido vai debater petição que pede cancelamento de visita de Trump
    Mais? Secretário de Defesa dos EUA pode decidir aumentar tropas americanas no Afeganistão
    Irã e Coreia do Norte trocam sinais de aproximação
    EUA deslocarão armas estratégicas para Coreia do Sul
    Tags:
    política externa, relações bilaterais, acordo de paz, sanções, programa de mísseis balísticos, programa nuclear, Conselho de Segurança da ONU, Partido dos Trabalhadores, ONU, Barack Obama, Donald Trump, Península Coreana, Seul, Coreia do Sul, Pyongyang, Coreia do Norte, Washington, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar