03:29 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Ativistas sul-coreanos queimam réplicas de mísseis norte-coreanos

    Rússia apela a não ter pressa na introdução de sanções contra a Coreia do Norte

    © AFP 2019 / JUNG YEON-JE
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1562

    As decisões relativas à Coreia do Norte devem ser tomadas com base em relatórios dos ministérios da Defesa nacionais e das agências de inteligência, e só depois tomar decisões políticas, incluindo o tema das sanções, disse à RIA Novosti nesta segunda-feira (13) o chefe do Comitê internacional do Conselho da Federação, Konstantin Kosachev.

    Os Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul exigiram a convocação urgente de uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre o lançamento de mísseis da Coreia do Norte, informou anteriormente a Agence France-Presse citando um funcionário norte-americano nas Nações Unidas.

    "A iniciativa é correta, é muito importante manter a discussão sobre a Coreia do Norte no âmbito do Conselho de Segurança da ONU. As decisões concretas devem ser baseadas em relatórios dos ministérios da Defesa nacionais das agências de inteligência", assinalou o político.

    Segundo ele, por enquanto a informação publicada na mídia é muito contraditória — desde o tipo de míssil testado e terminando na avaliação dos resultados do teste.

    "Espero que no âmbito do Conselho de Segurança seja realizada, em primeiro lugar, uma conversa a nível de especialistas e que a tomada de novas decisões políticas, incluindo o tema das sanções, seja feita somente nessa base", disse Kosachev.

    No domingo passado (12), a Coreia do Norte realizou um teste de míssil balístico Pukguksong-2 (Estrela Polar-2) de médio alcance de classe "terra-terra" De acordo com Pyongyang, o teste foi bem-sucedido.

    Mais:

    EUA usarão dissuasão para impedir hostilidades da Coreia do Norte
    Coreia do Sul determina tipo de míssil norte-coreano lançado em direção ao Japão
    Míssil lançado pela Coreia do Norte é 'demonstração de força' contra Trump, diz Seul
    Tags:
    terra-terra, testes de mísseis, míssil balístico, lançamento, RIA Novosti, Nações Unidas, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Konstantin Kosachev, República Popular Democrática da Coreia (RPDC), Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar