04:45 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Militares chineses do Exército da Libertação Popular no ensaio para o Dia da Vitória

    Cerca de 50 altos comandantes chineses deixarão cargos em 2017

    © Sputnik / Konstantin Chalabov
    Ásia e Oceania
    URL curta
    270
    Nos siga no

    Quase 50 altos oficiais militares do Exército de Libertação Popular chinês deixarão seus cargos em 2017, informou o South China Morning Post no domingo (15).

    A grande remodelação no exército, que incluirá 18 generais, deve ser realizada antes do 19º Congresso Nacional do Partido Comunista, agendado para o terceiro trimestre do ano como parte do plano de modernização do exército, informou, citando suas fontes o South China Morning Post.

    As mudanças visam criar uma nova geração de oficiais, que assumirá as chefias assumidas por veteranos, informou o jornal. Muitos dos oficiais, que estão deixando suas funções, aproximam-se da idade de aposentar-se. 

    Em setembro de 2015, Xi Jingping anunciou a redução das fileiras do exército em 300 mil para um total de 2 milhões de soldados até 2017, entretanto, mantendo sua liderança como o maior exército do mundo.

    Mais:

    Especialista: exército chinês se moderniza de maneira abrangente
    General chinês pretende solucionar questão de Taiwan por meio da força
    Tags:
    Exército da China, Exército Popular de Libertação, Xi Jinping, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar