16:47 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Yoshihide Suga

    Governo do Japão diz que está 'analisando minuciosamente' as declarações de Trump

    © AFP 2019 / STR / JIJI PRESS
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    As autoridades do país asiáticos não gostaram nada quando o republicano usou o Japão como exemplo para ilustrar os desequilíbrios fiscais domésticos.

    Na coletiva realizada em Nova Iorque na tarde de ontem (11), o presidente-eleito Donald Trump mais uma vez usou as montadoras japonesas como alvo e citou o Japão para ilustrar desequilíbrios comerciais. As afirmações, porém, não ficaram sem reação do governo do Japão.

    Falando à imprensa hoje, o secretário chefe do gabinete de governo japonês, Yoshihide Suga declarou que o Japão está "analisando minuciosamente" os comentários do presidente-eleito.

    "As empresas japonesas são reconhecidas como bons cidadãos corporativos nos EUA"disse, acrescentando que as empresas japonesas fizeram investimentos diretos na ordem dos US$ 410 bilhões nos EUA. "O governo japonês acredita que os investimentos ativos e livres são o motor e a fonte da economia dos EUA e do Japão".

    Não foi o primeiro estranhamento entre o republicano e as autoridades do país asiático. Na última sexta (6), o governo japonês saiu em defesa da fabricante Toyota depois de Trump ameaçar pesar a mão nas taxas alfandegárias caso a Toyota resolva fabricar seu modelo Corolla em solo mexicano.

    Na ocasião, o ministro do Comércio, Hiroshige Seko disse que a indústria automotiva japonesa é uma contribuição importante para a economia americana.

    "É importante que as empresas digam isso e o governo também tem que lembrar, se for necessário", acrescentou Seko.

    Mais:

    Primeiro-ministro do Japão irá aos EUA
    EUA enviam caças F-35 mais recentes ao Japão
    Tags:
    Corolla, Toyota, Yoshihide Suga, Hiroshige Seko, Japão, Nova Iorque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar