07:10 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Tanque da Coreia do Sul dispara durante exercícios conjuntos com os EUA

    Coreia do Sul recusa efetuar treinamentos com EUA e Japão contra China

    © AFP 2019 / JUNG YEON-JE
    Ásia e Oceania
    URL curta
    95583
    Nos siga no

    A Coreia do Sul desistiu da proposta dos EUA e do Japão de realizar treinamentos militares conjuntos contra submarinos chineses, informou o jornal japonês The Asahi Shimbun, citando fontes competentes japonesas e sul-coreanas.

    As manobras deveriam ser realizadas segundo o Acordo Geral de Segurança da Informação Militar, assinado entre Seul e Tóquio em novembro. No entanto, segundo aponta o jornal The Asahi Shimbun, a parte sul-coreana se opôs aos treinamentos devido à sua irrelevância.

    As relações entre Tóquio e Seul complicaram-se devido à discordância sobre as chamadas "mulheres de conforto" nos bordéis militares japoneses durante a II Guerra Mundial. Além disso, em dezembro foi declarado o impeachment à presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye que está temporariamente afastada do cargo.

    Segundo as fontes do jornal, Seul pode ter recusado efetuar os exercícios militares para evitar o agravamento das relações com a China, que está preocupada com os planos de instalar o novo sistema antimíssil norte-americano THAAD na Coreia do Sul.

    Mais:

    EUA deslocarão 24 helicópteros de combate para a Coreia do Sul
    Secretário da Defesa: 'Teste de mísseis da Coreia do Norte é uma séria ameaça para os EUA'
    Mídia: EUA e Coreia do Sul pretendem criar brigada para eliminar Kim Jong-un
    Estátua de 'mulher de conforto' causa rusgas diplomáticas entre Japão e Coreia do Sul
    Japão realizará exercícios de evacuação para ameaças de ataques da Coreia do Norte
    Tags:
    sistema antimísseis, relações, agravamento, impeachment, acordo, submarinos, treinamento militar, Park Geun-hye, EUA, Tóquio, Japão, China, Seul, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar