16:21 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente das Filipinas Rodrigo Duterte

    Presidente das Filipinas ameaçou ‘colocar fogo na ONU’

    © REUTERS/ Lean Daval
    Ásia e Oceania
    URL curta
    262079210

    O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, disse que vai “colocar fogo” na ONU, depois da organização ter condenado os assassinatos cometidos pela autoridade no passado, informou Independent.

    “Vocês reclamam na ONU, mas eu vou botar fogo na ONU, se quiserem. Eu boto fogo, se for para América”, disse Duterte.

    Mais cedo foi informado que o Alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein solicitou às autoridades filipinas a realização de uma investigação, depois das declarações de Duterte sobre ter assassinado no passado suspeitos de tráfico de drogas. Ao ocupar o cargo de prefeito em Davao, Duterte revelou ter realizado patrulhas “para assassinar” traficantes, demonstrando assim, segundo ele, um exemplo para a polícia. 

    O presidente filipino, eleito em maio deste ano, defende repressões contra dependentes e traficantes de drogas. Segundo os dados da ONU, desde o início do seu mandato, mais de seis mil pessoas, relacionadas ao tráfico, foram mortas no país. A comunidade internacional condenou em diversas ocasiões os métodos de combate ao tráfico nas Filipinas.

    Mais:

    Após confessar de ter assassinado traficantes, Duterte pode enfrentar impeachment
    Duterte: 'Quando eu era prefeito, os matava com minhas próprias mãos'
    'Não posso mentir': Presidente das Filipinas confirma ter matado 'cerca de três' pessoas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik